Norte-americana corre meia maratona em 1:21 horas... a puxar carrinho de bebé

Lyndy Davis alcançou registo impressionante no início do mês

A norte-americana Lyndy Davis fixou no início deste mês um incrível registo na meia maratona de Foot Traffic Flat, nos Estados Unidos, ao cumprir a distância em 1:21:39 horas... a puxar um carrinho de bebé com o seu filho Quentin, de nove meses (e 9 quilos), lá dentro. Para tal, Davis cumpriu a distância a um ritmo médio de 3:52 minutos por quilómetro!

Um registo notável que deverá valer-lhe a entrada nos livros dos recordes do Guinness, até porque até ao momento não há qualquer registo de alguém que tenha feito uma 'meia' a puxar um carrinho (habitualmente este tipo de ações é feita a empurrá-lo). Para tal, refira-se, a atleta teve de contactar os próprios promotores do livro dos recordes, de forma a saber se seria possível criar tal categoria.

De notar que Lyndy Davis não é nenhuma novata nestas andanças da corrida. Em 2017, por exemplo, foi 18.ª nos trials olímpicos norte-americanos da maratona, ao correr a mítica distância em 2:39:06 horas em dezembro de 2017. Um mês volvido, descobriu que estava grávida de Quentin, mas mesmo assim continuou a treinar, chegando mesmo a fazer treinos de 20 quilómetros à 31.ª semana de gravidez.

Tudo mudaria depois do nascimento do seu filho, em outubro de 2018, já que para tratar deste teve de deixar totalmente de parte a corrida. Apenas voltou a treinar meio ano depois, levando começando a levar consigo o pequeno Quentin, que se tornou então o parceiro dos seus treinos, de provas e agora de... recordes do Guinness.

Contacte-nos através do email: recordptrunning@gmail.com

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.