Worknesh Degefa e Lawrence Cherono vencem Maratona de Boston

Prova masculina foi discutida... ao sprint

• Foto: Getty Images

A normalidade foi reposta na Maratona de Boston. Um ano depois dos triunfos inesperados do japonês Yuki Kawauchi e da norte-americana Des Linden, em 2019 não houve espaço para vitórias de outsiders, com os africanos a conseguirem confirmar o seu favoritismo, graças aos triunfos da etíope Worknesh Degefa e do queniano Lawrence Cherono.

Na prova feminina, que começou meia hora antes da masculina, Degefa destacou-se da concorrência logo ao quinto quilómetro e não mais largou a frente da corrida. Chegou a ter uma vantagem de quase três minutos para o grupo perseguidor na passagem do quilómetro 30, mas cruzaria a linha de meta apenas com 42 segundos sobre a queniana Edna Kiplagat, ao vencer com um tempo final de 2:23:31. Em terceiro ficou a norte-americana Jordan Hasay (2:25:20), ao passo que a campeã em título foi apenas quinta, com 2:27.00.

Um cenário bem distinto daquele que se viu na prova masculina, que foi das mais emocionantes dos últimos tempos. É que a discussão pelo triunfo foi feita até aos derradeiros metros, com o queniano Lawrence Cherono a superar num verdadeiro sprint o duas vezes campeão Lelisa Desisa, impedindo que a Etiópia conseguisse a dobradinha na 123.ª edição da maratona mais antiga do Mundo. No final venceria com 2:07:57, dois segundos à frente de Desisa. Em terceiro ficou Kenneth Kipkemoi, com 2:08:07.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.