Começa a aventura

Nas próximas semanas partilharei um pouco da minha experiência de preparação de uma maratona

• Foto: Getty Images

Depois de ter corrido as três maratonas de Portugal continental (Porto, Aveiro e Lisboa) e várias em Espanha (desde Barcelona, Valencia ou Sevilha), no próximo mês de novembro será hora de cruzar o Atlântico e abraçar o desafio de correr aquela que é vista como a mais mítica maratona do Mundo: a Maratona de Nova Iorque.

A preparação (a sério) começou esta segunda-feira (15 de julho) e aqui neste espaço irei trazer atualizações semanais, onde contarei tudo aquilo que gira em torno de um desafio desta dimensão. Os treinos, a alimentação, a suplementação, a escolha dos mais diversos itens a levar à prova, mas também as dúvidas que certamente assolarão a minha mente até ao grande dia...

Tudo será falado aqui neste cantinho, onde acima de tudo procurarei partilhar o que fui aprendendo e aquilo que viverei para preparar aquele que para mim é um dos maiores desafios que podemos abraçar. Uma maratona não é pêra doce. Nunca será. Mas a preparação e a conclusão dessa etapa é do mais recompensador que há e espero com estes meus relatos mostrar-vos o porquê de cada vez mais portugueses aceitarem colocar-se à prova nestas aventuras.

Dica #1: testes e análises são essenciais

Todas as semanas irei trazer-vos um pequeno relato de como foi a minha semana, mas também deixarei algumas dicas que, no meu entender, são essenciais para se ter sucesso. A primeira delas, a mais importante e tantas vezes negligenciada, passa pela TOTAL necessidade de se fazer um check up completo ao corpo antes de nos submetermos a um teste desta dimensão.

Seja para a primeira corrida (não necessariamente para uma maratona), mas também para os atletas mais experientes, é absolutamente vital mantermos o nosso corpo debaixo de olho, evitando assim que nos possam acontecer sustos desnecessários. É óbvio que nem assim os podemos evitar totalmente, mas ter a certeza que tudo está bem com o nosso corpo é um ponto fulcral antes de começar a treinar a sério.

Por aqui, ainda antes de começar a 'bombar' nos treinos, já tratei de tudo, desde análises clínicas, passando por um ecocardiograma ou uma prova de esforço. E como estava tudo conforme (segundo a opinião da médica que me observou) posso ir com confiança para as 16 semanas que antecedem a concretização de um sonho: correr na maior maratona do Mundo.

Fiquem por aí, acompanhem as minhas crónicas e, já agora, sigam-me nas redes sociais, onde irei partilhar o meu dia a dia de preparação de uma forma bem mais exaustiva. E se também vão à Maratona de Nova Iorque desafio-vos a contactarem-me, pois terei todo o gosto em juntar todas as vossas histórias para tornar esta experiência ainda mais memorável.

Instagram
Facebook
Wordpress

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Rumo à Maratona de Nova Iorque

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.