Semana #15: em pezinhos de lã...

Jornalista Record cumpriu mais uma semana rumo à Maratona de Nova Iorque

Um espirro para ali; uma dorzinha ali; uma distração que nos leva a escorregadela fatal numa das ruas molhadas deste nosso outono tardio...

Por estes dias qualquer coisa é sinal de alarme. Se espirramos ficamos logo a temer uma constipação. Se sentimos uma dor pensamos logo que arranjamos uma lesão. Se por ventura escorregamos ou colocamos mal o pé no meio de um dos treinos da semana (ou até mesmo no dia a dia) ficamos logo a temer o pior. São os chamados nervos pré-maratona, onde queremos tudo menos estragar aquilo pelo qual lutamos tanto para conseguir durante 15 semanas de preparação.

Na prática, o ideal nesta fase é andar mesmo em 'pezinhos de lã', que é como quem diz com atenção redobrada não apanhar surpresas. Nesta altura, onde o treino está feito e apenas temos de manter, o ideal é ter cuidado, muito cuidado! É ter atenção redobrada até na hora de atravessar a passadeira (os condutores nesta semana parecem que até nos fazem mira!); é ter muito cuidado onde apoiamos o pé na hora de correr; é andar ainda mais agasalhado, para impedir um resfriado que nos deixe de molho...

E por mais vezes que enfrentemos esta semana prévia, os nervos e o cuidado extra vão estar sempre aqui. E isso é um sinal positivo, já que nos mostra que continuamos a ter respeito pela distância das distâncias, pela prova rainha do atletismo. E eu, mesmo já levando seis feitas este ano, tenho-lhe um respeito demasiado grande para a subvalorizar, para a encarar como algo adquirido... Por isso, foi mesmo em 'pezinhos de lã' que abordei esta penúltima semana. Não me livrei de sustos - os espirros! - mas lá consegui escapar...

O treino está feito... mas não é para parar

Lembram-se de no final da última semana vos ter dito que o trabalho já estava feito e que agora era só limar as últimas arestas e não estragar? Foi isso mesmo que fiz nesta 15.ª semana, mas isso não significou parar de treinar. Antes pelo contrário. Ao todo foram quase 90 quilómetros percorridos nesta penúltima semana de preparação, ainda que nesta fase apenas tenha tido dois verdadeiros treinos. Os outros quatro foram simplesmente de ativação das pernas, de as manter 'vivas', para que não se esqueçam que daqui a poucos dias terão de correr 42 quilómetros e 195 metros em Nova Iorque.

Uma 15.ª semana que concluí com a participação na Corrida Montepio, uma prova solidária que resolvi integrar no meu derradeiro treino longo. Sempre muito bem controlado, sem entrar em exageros mesmo estando numa prova, fiz 10 quilómetros tranquilos antes e depois os 10 quilómetros da prova. O ritmo que queria fazer andava em torno dos 5'00/km e foi isso mesmo que fiz. Melhor de tudo foi ter conseguido ligar o meu relógio suíço e conseguir ser perfeito numa das léguas do treino, com cinco parciais exatos de 5'00/km. Juro que não fiz de propósito!

Bem, está contada a história da penúltima semana (não havia grande coisa para contar para lá dos nervos pré-prova...) e agora restam apenas alguns dias antes de entrar no avião para enfrentar a 13.ª maratona da minha vida. A próxima atualização que vos darei, dentro de poucos dias, já será em solo norte-americano, de preferência com tudo intacto... Até lá!

A décima quinta semana em números
» 87,6 km
» 7:11 horas
» 4'56 de ritmo médio
» 6 treinos de corrida e 1 treino de ginásio

Os meus treinos no Strava
21/10: Calmo
22/10: Calmo
23/10: Progressivo
25/10: Séries longas
26/10: Calmo
27/10: Longo (longuito, vá...)

Dica #16: Cuidado, muito cuidado
(Recorda a dica #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10, #11, #12, #13, #14, #15)

A minha penúltima dica é à boleia daquilo que escrevi acima. A uma semana da maratona tudo o que não queremos é arranjar alguma coisinha que coloque em risco aquilo para o qual trabalhamos de forma tão intensa durante semanas a fio. Temos mesmo de ter um cuidado adicional para impedir todo o tipo de percalços que nos possam deixar afastado ou diminuído para encarar a prova. Acreditem, mesmo que pareça que estão a ser paranóicos (às vezes penso nisso!), todo o cuidado é pouco. Já diz o ditado, mais vale prevenir do que remediar!

E, já agora, uma dica extra à entrada da última semana: vocês já o devem saber, mas agora é hora de começar a atestar os depósitos para o grande dia. Mais cuidado com a hidratação (beber mais do que o normal, mas sem que isso represente um exagero) e também iniciar uma subida gradual na ingestão de hidratos de carbono (também sem exagerar). De resto, uma massagem nesta última semana é algo essencial e depois... é confiar no que foi feito!

Segue a minha aventura em:

Instagram
Facebook
Wordpress

Tens alguma questão ou curiosidade sobre a minha preparação? Contacta-me através de fabior46@gmail.com

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Rumo à Maratona de Nova Iorque

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.