Golden Trail Series: Tranchand e Alexandersson dominam dia marcado pelo vento, chuva e... lama

Especialistas da orientação foram os mais fortes na primeira jornada a valer

Depois de um prólogo sem grande exigência, a elite do trail mundial sentiu esta quinta-feira pela primeira vez a dificuldade que é competir nas sempre instáveis do ponto de vista meteorólogico ilhas dos Açores. A primeira etapa da grande final das Golden Trail Series já era de si exigente, com cerca de 24 quilómetros e pouco mais de 1000 metros de desnível, mas mais ficou quando os atletas foram obrigados a batalhar também contra os ventos, a chuva e ainda a lama que se formou.

No meio destas condições complicadas, acabaram por ser mais fortes o francês Frédéric Tranchand e a sueca Tove Alexandersson, dois especialistas da Orientação que demonstraram neste primeiro dia que são também máquinas feitas para voar até nas piores condições. O primeiro triunfou com 30 segundos de avanço para o polaco Bart Przedwojewski e mais de quatro minutos para o marroquino Elhousine Elazzaoui. Já nas senhoras, Tove Alexandersson cruzou a linha de meta com quase sete minutos de avanço para Maude Mathys e oito para Blandine L'hirondel, mas o triunfo de hoje poderá ter consequências futuras para a sueca, que acabou a prova com queixas no tornozelo depois de o ter torcido numa zona mais técnica.

Vento, chuva e lama marcam primeiro dia das Golden Trail Series
No que às categorias especiais diz respeito, Rémi Bonnet vai envergar na sexta-feira o dorsal vermelho por ter sido o melhor trepador (13.11 minutos nas zonas de subida), numa luta na qual superou Jim Jim Walmsley (13.27) e Bart Przedwojewski (13.27). Já o dorsal azul, destinado ao melhor a descar, será envergado pelo norueguês Anders Kjærevik, que completou os segmentos de downhill em 6.35 minutos, 22 segundos mais veloz do que Théo Detienne (6.57) e 40 para o vencedor da geral Frédéric Tranchand (7.15). Quanto à zona de sprint, o espanhol Andreu Blanus Reig venceu e levará o dorsal verde, depois de superar Théo Detienne por 3 segundos e Bart Przedwojewski por 7.

Quanto às senhoras, as vitórias nas categorias especiais foram para as duas primeira colocadas na geral final da etapa. Maude Mathys foi a melhor a subir, com 15.40 minutos - um minuto à frente de Tove Alexandersson, que por seu turno foi a mais eficaz nos segmentos de descida, onde arrasou a concorrência com 7.52 minutos. Acabou com mais de 30 segundos para a segunda colocada Ana Cufer e quase 1.20 para a terceira Elianne Dvergsdal. Por fim, na luta pelo sprint, venceu a suíça Mathys (11.10), ligeiramente à frente de Alexandersson (11.15).

Em relação aos portugueses, Bruno Silva foi o melhor, em 29.º, a 17.16 do vencedor, ao passo que nas senhoras a melhor representante lusa foi Inês Marques (30.ª, a 35.13).

CLASSIFICAÇÃO MASCULINA

Geral
1 - FREDERIC TRANCHAND (FR) TEAM Nvii SPORT: 1:53.13 horas
2 - BART PRZEDWOJEWSKI (PL) TEAM SALOMON: 1:53.47
3 - ELHOUSINE ELAZZAOUI (MAR) TEAM SALOMON: 1:57.50
4 - STIAN ANGERMUND (NOR) TEAM SALOMON: 1:57.56
5 - JIM WALMSLEY (USA) TEAM HOKA ONE ONE: 1:59.04

Ranking dos segmentos de subida (dorsal vermelho)
1 - RÉMI BONNET (CH) TEAM SALOMON: 13.11 minutos
2 - JAMES WALMSLEY (USA) TEAM HOKA ONE ONE: 13.27
3 - BART PRZEDWOJEWSKI (PL) TEAM SALOMON: 13.27
4 - ELHOUSINE ELAZZAOUI (MAR) TEAM SALOMON: 13.36
5 - FREDERIC TRANCHAND (FR) TEAM Nvii SPORT: 13.37

Ranking dos segmentos de descida (dorsal azul)

1 - ANDERS KJÆREVIK (NOR) TEAM BERGEN RUNNING: 6.35 minutos
2 - THÉO DETIENNE (FR) TEAM SALOMON: 6.57
3 - FREDERIC TRANCHAND (FR) TEAM Nvii SPORT: 7.15
4 - BART PRZEDWOJEWSKI (PL) TEAM SALOMON: 7.16
5 - SEBASTIAN LJUNGDAHL (SW) TEAM SALMING: 7.20

Ranking dos segmentos de sprint (dorsal verde)

1 - ANDREU BLANUS REIG (SP): 8.56
2 - THÉO DETIENNE (FR) TEAM SALOMON: 8.59
3 - BART PRZEDWOJEWSKI (PL) TEAM SALOMON: 9.03
4 - FREDERIC TRANCHAND (FR) TEAM Nvii SPORT: 9.11
5 - ELHOUSINE ELAZZAOUI (MAR) TEAM SALOMON: 9.15

CLASSIFICAÇÃO FEMININA

Geral
1 – TOVE ALEXANDERSSON (SW) TEAM SALOMON: 2:10.00 horas
2 – MAUDE MATHYS (CH) TEAM SALOMON: 2:16.53
3 – BLANDINE L’HIRONDEL (FR): 2:18.11
4 – RACHEL DRAKE (USA) TEAM NIKE TRAIL: 2:20.12
5 – ANAÏS SABRIÉ (FR) TEAM MATRYX: 2:23.51

Ranking dos segmentos de subida (dorsal vermelho)
1 - MAUDE MATHYS (CH) TEAM SALOMON: 15.40 minutos
2 - TOVE ALEXANDERSSON (SW) TEAM SALOMON: 16.45
3 – IRIS PESSEY (FR) TEAM SCOTT: 16.50
4 – ANAÏS SABRIÉ (FR) TEAM MATRYX: 16.54
5 - BLANDINE L’HIRONDEL (FR): 16.56

Ranking dos segmentos de descida (dorsal azul)

1 - TOVE ALEXANDERSSON (SW) TEAM SALOMON: 7.52 minutos
2 - ANA CUFER (SLO) TEAM SALOMON: 8.24
3 - ELI ANNE DVERGSDAL (NW) TEAM SALOMON: 9.10
4 - BLANDINE L’HIRONDEL (FR): 9.22
5 - HOLLY PAGE (GB) ADIDAS TERREX: 9.38

Ranking dos segmentos de sprint (dorsal verde)

1 - MAUDE MATHYS (CH) TEAM SALOMON: 11.10 minutos
2 - TOVE ALEXANDERSSON (SW) TEAM SALOMON: 11.15
3 - ANAÏS SABRIÉ (FR) TEAM MATRYX: 11.32
4 - BLANDINE L’HIRONDEL (FR): 11.45
5 - GISELA CARRION (SP) LA SPORTIVA: 11.59

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Trail running

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.