O salto dos 5 para os 10 quilómetros: as mudanças a ter em conta

Ao longo das próximas semanas, Record vai trazer-lhe algumas dicas sobre como preparar a São Silvestre El Corte Inglés

• Foto: Getty Images

(Ao longo das próximas semanas, e até à realização da São Silvestre El Corte Inglés, Record vai trazer-lhe uma série de artigos para o ajudar a preparar-se da melhor forma para a nossa prova, quer seja um atleta que está a começar (ou a pensar fazê-lo), quer seja alguém que pretende bater os seus melhores tempos. Todas as semanas, sempre à terça-feira, com a assinatura da treinadora Diana Fernandes.)

Se és daqueles(as) que consegue correr 5 quilómetros sem parar e sentes borboletas no estômago para chegar aos 10, hoje este texto é para ti!

O primeiro que deveremos fazer será introduzir treinos de repetições de séries de 400 metros (entre 4 a 8 repetições, em alguns casos podendo chegar até às 10) e também de 800 metros (3 a 6 repetições) para trabalharmos a velocidade e o VO2 max. Um ponto importante é darmos descanso entre séries para recuperar em condições para partir fortes para a próxima série, por isso: DESCANSA!

Para chegar a marca dos 10 quilómetros é importante ter volume e nem todos os treinos têm de ser intensos. De facto, numa boa preparação passamos até maior parte do tempo a correr em ritmos mais fáceis do que propriamente em ritmos intensos.

Por isso, entre treinos de qualidade (aqueles que são mais fortes e técnicos) é interessante ter sessões de treino mais leve para recuperar e ficar pronto(a) para o próximo treino de qualidade.

Outro conceito importante que vamos colocar em prática é o 'Tempo Run'. Ele será o responsável por dar algum ritmo de corrida e permitir correr no 'pace' que planeias na prova.

O ideal é começar com blocos de 10 minutos com ritmo de prova desejado com descansos entre os blocos de 3 a 5 minutos em corrida leve ou mesmo a caminhar. Uma vez superado esse desafio, vamos construindo outros blocos de treino com outras durações em função dos resultados anteriores, da fase do mesociclo, da semana de trabalho e de outras variáveis de individualidade biológica que deveremos ter em conta!

Agora que já estás noutro nível da corrida, não te esqueças de fazer corretamente os treinos específicos de força para corredores, mobilidade e estabilidade. Isso e o mais importante: aproveitar o processo de treino!

Bons treinos e até já!
La Coach

1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de São Silvestre El Corte Inglés

Notícias