Os 4 melhores locais para treinar na região de Lisboa

• Foto: Pedro Catarino

(Ao longo das próximas semanas, e até à realização da São Silvestre El Corte Inglés, Record vai trazer-lhe uma série de artigos para o ajudar a preparar-se da melhor forma para a nossa prova, quer seja um atleta que está a começar (ou a pensar fazê-lo), quer seja alguém que pretende bater os seus melhores tempos. Todas as semanas, sempre à terça-feira, com a assinatura da treinadora Diana Fernandes.)

Quase nunca treino no mesmo sítio, pois o meu trabalho obriga-me a treinar em distintas horas e, como consequência, o local varia.

Como vimos nos textos anteriores, cumprir um plano de treino é essencial para que no dia da prova possamos ter boas sensações e chegar à reta da meta felizes e a sentir que fizemos o nosso melhor.

Porém, uma das dificuldades que os praticantes de corrida encontram é: ter um local de treino que se adeque ao treino e ao ponto onde se encontra. Hoje o texto será referente aos locais de treino e tipos de treino que podemos fazer na zona da capital.

O nosso primeiro local de treino situa-se em Belém, mais conhecido como "Zona Ribeirinha de Belém". Começa na zona do Cais do Sodré e podemos ir até o MAAT aproveitando o ar fresco que o Rio Tejo nos oferece. Para treinos de volume, ritmos e séries, pode ser uma boa escolha.

Se seguimos a correr em direção a Cascais, encontramos alguns locais que também podem ser utilizados para este tipo de treino como o Passeio Marítimo de Algés e Caxias em que ambos somam um total de aproximadamente 4 quilómetros, e logo mais adiante encontramos o Passeio de Oeiras- Paço d’Arcos, onde temos um tapete de 3,6 quilometros para realizar treinos de séries curtas, longas e treinos de ritmos.

Já na região de Cascais, temos o Passeio que vai da Guia - Guincho com um percurso de aproximadamente 8 quilómetros, onde podemos desfrutar sempre do mar e testar a nossa condição física caso esteja vento. Um bom teste ao nosso coração, pulmões e músculos.

Porém, se o objetivo é andar por um terreno sobe e desce, nada melhor que explorar a Zona do Jamor e também a de Monsanto. São dois locais que nos oferecem uma boa variedade de percursos e altimetrias. Vale a pena a experiência.

Agora, se falamos de rampas, por Lisboa existem muitas, mas, nada como experimentar o Parque Eduardo VII para realizar um treino de rampas e fazer força ao subir até o cimo do parque. No final, a vista de cima é uma das mais emblemáticas de Lisboa.

Se o treino é mais específico e mais técnico, o ideal é visitar uma pista de atletismo.

Existem várias em Lisboa e nos arredores, porém a pista da Cidade Universitária e a do Jamor são muito conhecidas e de fácil acesso.

Para finalizar outras regiões de interesse para correr em Lisboa poderão ser: Parque Bela Vista, Parque das Nações, Quinta das Conchas, Jardim da Estrela e Odivelas.

Uma vez que já sabes toda a informação, é só organizar a agenda e explorar os encantos da região de Lisboa a correr.

Bons treinos!
Diana Fernandes (La Coach)

1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de São Silvestre El Corte Inglés

Notícias