Rui Ferreira: «Tornámos o jogo fácil, mas foi preciso trabalhar muito»

Treinador do Feirense satisfeito com os seus jogadores pela reação ao golo inaugural da Oliveirense

• Foto: José Gageiro/Movephoto

Após vencer por 4-1 a aflita Oliveirense, Rui Ferreira considerou a vitória um objetivo cumprido.Apesar do resultado desnivelado, o técnico considerou o jogo difícil e elogiou os seus jogadores pelo "caráter" mostrado para inverter o placar.

"o objetivo era ganharmos este jogo e conquistarmos os três pontos. Continuarmos a nossa caminhada, a nossa luta árdua. Fizemos aquilo que nos competia e, de certa forma, era uma obrigação. Foi um jogo difícil que tivemos que encarar contra uma equipa que seguramente nos iria, e colocou-nos, dificuldades, mas é como costumo dizer aos meus jogadores: temos que entrar sempre focados e não cometer erros porque as equipas da 2ª liga vão sempre há procura dos erros do adversário. Não entrámos da melhor maneira, mas depois tivemos a personalidade e o caráter suficientes para inverter a situação, como era exigido e pedido. Estão de parabéns os nossos jogadores por aquilo que fizeram. É uma vitória justa e merecida", afirmou.

Rui Ferreira voltou a frisar as dificuldades impostas pelo adversário apesar da "aparente" facilidade que o resultado pode mostrar: "Acabamos por tornar o jogo fácil, mas foi preciso trabalhar muito para chegar a esse momento".

"Queremos ser objetivos para chegarmos mais rapidamente à baliza adversária. Para isso precisamos de circulação de bola, mas foi uma das coisas que nos faltou um bocadinho: perdemos muito tempo com a bola, de forma individual, demos toques a mais do que os pedidos. Mas corrigimos isso e a partir daí ganhamos essa velocidade que queríamos. Queríamos e conquistamos os espaços a serem explorados", referiu-se o líder do emblema de Santa Maria da Feira sobre a forma como ultrapassou as dificuldades impostas e como quer que os seus atletas joguem.

O treinador fogaceiro disse ainda que quer caracterizar esta equipa pela forma como mostra aos adeptos que quer vencer os jogos: "nós queremos que transpareça na nossa forma de jogar uma vontade muito grande nos jogadores de querer ir à procura da vitória. Portanto, é isso que nós incutimos sempre e trabalhamos diariamente esse pensamento de vencer. É como já referi, umas vezes dá, outras vezes não dá".

Por fim, sobre Platiny, a figura do encontro, Rui Ferreira referiu a mudança que o levou a estar em boa forma nas últimas partidas: "o Platiny é um jogador que se tem sentido confortável e tem a confiança, como todos os outros jogadores, da equipa técnica. Acho que isso se deve, essencialmente, ao Platiny jogar numa posição que o deixa mais confortável. Nós no primeiro jogo encostamo-lo um bocadinho sobre o corredor esquerdo com uma dupla função e, visto que era muito desgastante em termos ofensivos, acabava por limitar muitas ações ofensivas do Platiny. Agora naquela posição sente-se mais confortável e acaba por ser o habitat natural dele. Assim como ser natural ele chegar aos golos".

Por Filipe Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Feirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.