Nova regra de Conte no Chelsea é de ir às lágrimas

'The Sun' parte de uma afirmação do treinador a quem Chiellini chamou "sargento da polícia"

• Foto: Reuters

Os métodos de trabalho de Antonio Conte são conhecidos. O treinador exige entrega absoluta aos jogadores e não dá descanso a ninguém. Como revelou recentemente Giorgio Chiellini, no fim das sessões todos no plantel estão mortos.

Este estilo que o defesa-central italiano da Juventus diz, a brincar, ser típico de "um sargento da polícia" levou a uma onda de artigos e comentários a dar conta de treinos monótonos e aborrecidos. E Conte tentou explicar melhor o que pretende. Inevitavelmente, criou mais confusão.

O jornal 'The Sun', por exemplo, avançou que os jogadores do Chelsea estão proibidos de sorrir nos treinos, com base numa citação do técnico italiano. "Penso que o normal é não sorrir quando se está a trabalhar. Sobretudo se trabalhares arduamente. É muito muito difícil sorrir", adiantou Conte na conferência de imprensa de lançamento do jogo frente ao West Bromwich Albion, na noite desta segudna-feira.

"Só através do trabalho é que se consegue atingir um objetivo fantástico como aconteceu na temporada passada. O nosso trabalho é que permitiu que atingíssemos aquela meta incrível", reforçou o treinador dos blues referindo-se ao título na Premier League.

O artigo do diário britânico recorda ainda que Conte mandou retirar o ketchup do refeitório da equipa no centro de treinos do Chelsea, em Cobham.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.