Simone Biles e o adiamento dos Jogos Olímpicos: «Chorei muito mas foi a decisão certa»

Ginasta norte-americana acredita que vai estar preparada no próximo ano

• Foto: Reuters

Uma semana depois do adiamento oficial dos Jogos Olímpicos para 2021 Simone Biles reagiu à decisão tomada e assume ter recebido a notícia com grande tristeza. "Eu não sabia o que pensar. Sentei-me, chorei muito, mas foi definitivamente a decisão certa", afirmou a ginasta norte-americana em declarações ao programa Today Show do canal NBC.

Após as cinco medalhas (quatro de ouro e uma de bronze) conquistadas nos Jogos do Rio de Janeiro em 2016, Biles cumpriu um ano sabático em 2017 e voltou ao ativo em 2018. Desde então arrecadou mais dois títulos mundiais absolutos e preparava-se para chegar a Tóquio como a grande favorita para voltar a dominar a ginástica feminina, sendo que estava previsto o seu adeus à competição depois de Tóquio'2020. 

Apesar do adiamento da competição devido ao coronavírus, a norte-americana garante que vai estar pronta para defender e renovar os títulos em 2021, mas alerta para as consequências deste adiamento em termos psicológicos.

"Não tenho dúvidas de que os meus treinadores me podem colocar em forma novamente para o próximo ano. Mas, em termos mentais todos nós, atletas, vamos pagar um preço bem alto para continuarmos a nossa preparação e espera durante mais um ano", sublinha a ginasta de 23 anos.

Por André Antunes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ginástica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.