Acção em Miami

NOVAS VITÓRIAS PARA LASHLEY E "CYBORG"

PUB

Não se pode dizer que o Strikeforce Miami de sábado tenha trazido muitas surpresas, mas nem por isso deixou de haver emoção e espectáculo. Dos doze combates da noite apenas três precisaram ser decididos pelos juízes, o que diz bem da intensidade que os atletas colocaram na jaula.   Na luta principal da noite Nick Diaz mostrou todo o seu talento ao esmagar Marius Zaromskis ainda no primeiro assalto. Com o seu título de pesos meio-médios em jogo, Diaz não facilitou e desferiu uma tal quantidade de golpes que anulou qualquer tentativa de reacção do seu adversário. Uma prestação impressionante deste jovem de 27 anos que ainda terá por certo muito para dar ao mundo das MMA.   Depois de vencer Gina Carano e com isso deixar em depressão milhares de fãs da bela norte-americana, Cristiane "Cyborg" Santos defendeu o seu título pela primeira vez. A sua oponente foi a holandesa Marloes Coenen, que apesar de todo o seu esforço acabou também por sucumbir à agressividade extrema da brasileira. O combate durou até à segunda metade do terceiro assalto, mas "Cyborg" não estava disposta a contentar-se com uma vitória assegurada por decisão unânime e insistiu no ataque até conseguir o TKO. O poderio de Cristiane é tal que começa a ser difícil pensar em adversárias à altura, e por certo os responsáveis da Strikeforce devem lamentar-se por Sonja ser apenas uma personagem de Robert E. Howard, o criador de Conan, e não uma mulher de carne e osso que possam colocar à frente da brasileira.   Passando para um lutador que parece ele próprio saído de um livro de fantasia medieval, Bobby Lashley somou a sua quinta vitória em outros tantos combates em MMA. Wes Sims tinha aceite o combate com apenas uma semana de antecedência, pelo que dificilmente se poderia esperar um desfecho que não o triunfo de Lashley, e realmente o ex-campeão da WWE não defraudou as expectativas. Apesar de Sims ter prometido vencer Lashley com um Atomic Leg Drop, o golpe marca registada de Hulk Hogan, a verdade é que Sims foi rapidamente levado para o chão e esmurrado até o árbitro interromper o combate. Sims começou até por provocar Lashley desafiando-o para um teste de força bem ao jeito de Hogan e do Ultimate Warrior na Wrestlemania 6, todavia Lashley ignorou-o e repetiu a fórmula utilizada contra Bob Sapp, com igual sucesso.   Depois de cinco adversários acessíveis, começa a ser altura de Lashley enfrentar oponentes de maior qualidade. Será que a Strikeforce o irá colocar por exemplo contra Brett Rogers, com o vencedor a enfrentar Fedor Emelianenko ou Fabrício Werdum, dependendo de quem sair vencedor do combate entre estes dois? Por enquanto tudo o que se pode fazer é especular, mas parece inquestionável que estará na altura de Lashley enfrentar oponentes que permitam aferir a sua real valia.   Para terminar, destaque-se a vitória de Robbie Lawler sobre o temível Melvin Manhoef. Apesar de Lawler ter sido o último campeão de pesos médios da EliteXC, a verdade é que muitos fãs esperavam que ele fosse atropelado pela força bruta de Manhoef. Durante três minutos e meio pareceu que estes fãs estariam certos, já que o holandês ia desferindo pontapés que ameaçavam separar a perna de Lawler do corpo. Contudo, e numa altura em que o norte-americano já coxeava de forma nítida, Manhoef abriu a guarda para o ataque final e foi colhido com um forte gancho de direita. Em menos tempo do que leva a escrevê-lo o holandês deu por si deitado no tapete a olhar para as luzes do tecto, talvez a pensar o que estaria ali a fazer e por que razão alguém com roupa de árbitro lhe estava a perguntar como se sentia.   Lista completa de resultados do Strikeforce Miami: Nick Diaz venceu Marius Zaromskis por TKO (4:38 do primeiro assalto). Cristiane Santos venceu Marloes Coenen por TKO (3:40 do terceiro assalto). Herschel Walker venceu Greg Nagy por TKO (2:17 do terceiro assalto). Robbie Lawler venceu Melvin Manhoef por KO (3:33 do primeiro assalto). Bobby Lashley venceu Wes Sims por TKO (2:06 do primeiro assalto).Jay Hieron venceu Joe Riggs por decisão unânime.Joe Ray venceu John Clarke por TKO (3:14 do primeiro assalto).David Gomez venceu Craig Oxley por decisão unânime.Pablo Alfonso venceu Marcos da Matta por submissão (1:47 do primeiro assalto).Hayder Hassan venceu Ryan Keenan por KO (2:42 do segundo assalto).John Kelly venceu Sabah Homasi por submissão (2:48 do segundo assalto).Michael Byrnes Jr. venceu Dave Zitanick por decisão dividida.   Lembrem-se que dispõem do endereço mmanorecord@gmail.com para colocar perguntas, críticas ou sugestões. E não percam a antevisão do UFC 109, que será já este sábado.

Deixe o seu comentário
PUB