Argentina apresenta plano sanitário para acolher todos os jogos da Copa América

Depois da organização ter sido retirada à Colômbia pelos conflitos que se vivem no país

• Foto: Getty Images

O governo da Argentina apresentou esta quarta-feira à Confederação Sul-americana de Futebol (CONMEBOL) um protocolo sanitário, com vista a acolher a totalidade dos jogos da Copa América de 2020, que deveria organizar em conjunto com a Colômbia.

O presidente argentino, Alberto Fernandez, e o líder da CONMEBOL, Alejandro Dominguez, analisaram "aspetos organizativos e logísticos - como a possível integração de locais adicionais para a realização dos jogos do torneio - e tudo o que está relacionado com o protocolo sanitário", devido à pandemia de covid-19.

A organização da Copa América foi retirada à Colômbia na semana passada, com base no agravamento da pandemia no país e das tensões sociais, que já provocaram dezenas de mortos, depois de a CONMEBOL ter rejeitado um pedido do governo colombiano para adiar a competição.

A 47.ª edição da principal competição sul-americana de seleções está prevista para o período entre 13 de junho e 10 de julho, praticamente em simultâneo com o Euro'2020, e seria pela primeira vez organizada por dois países, Colômbia e Argentina.

A Colômbia deveria acolher um total de 15 jogos da Copa América de 2020, adiada por um ano devido à pandemia de covid-19, incluindo a final, nas cidades de Barranquilla, Bogotá, Cali e Medellín.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Copa América

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.