Os heróis do título: Júlio César

O experiente guarda-redes viveu uma época algo atípica, fruto de uma lesão que o deixou fora de combate desde o início de março. Até ao encontro com o Sporting, em Alvalade, para o campeonato, Júlio César foi importantíssimo na recuperação levada a cabo pelas águias, tendo lançado as bases para que, depois, Ederson se afirmasse na baliza.

Certo é que o camisola 12 do Benfica foi sempre uma peça essencial no balneário dos encarnados, tendo estado também em alguns dos melhores momentos da temporada para o clube da Luz. A vitória em Madrid, frente ao Atlético, é apenas um exemplo.

Na segunda época ao serviço do Benfica, Júlio César conquista o segundo campeonato, sendo ainda incerta a continuidade na próxima temporada. A questão da renovação continua em cima da mesa, mas tarda em confirmar-se a assinatura.

NOTA 4
34 jogos, 1 CA, 0 CV, -29 golos

Esteve parado durante quase metade da temporada, sendo que, até lá, contribuiu com exibições decisivas para a boa campanha encarnada. O início de época, esse, não foi positivo, sendo que ficam na memória os três golos encaixados frente ao Sporting, na Luz. A experiência acabou por ser decisiva no apoio a Ederson.


2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica tricampeão nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.