Os heróis do título: Samaris

Samaris foi obrigado a dividir o protagonismo com Fejsa, colega de equipa com o qual disputa a posição. O médio beneficiou da lesão do sérvio para agarrar a titularidade no início, mas desde que Fejsa recuperou, que Samaris foi perdendo minutos e destaque na equipa, embora, em comparação com o ‘rival’, tenha sido utilizado mais vezes. Mas não foi apenas no miolo do terreno que Samaris contribuiu para a equipa. A polivalência é um dos atributos do jogador e fez-se valer dessa característica, numa altura em que a equipa se viu privada de vários elementos na defesa. Aí, Samaris foi chamado a servir de bombeiro e recuou no terreno, sem nunca comprometer. Uma prova do grande compromisso que sempre evidenciou em prol da equipa e que é muitas vezes visível no ar de sofrimento ou de alegria com que vive intensamente os jogos. Seja em campo ou no banco.

NOTA 3
27 jogos, 7 CA, 0 CV, 2 golos

Não teve o destaque da época anterior, mas ainda assim foi determinante em vários momentos da época, nomeadamente, quando foi necessário suprir baixas no eixo da defesa. Com mais ou menos brilhantismo foi cumprindo os objetivos e o notótio amor à camisola tornam-no um homem muito acarinhado pelos adeptos.

Nome: Andreas Samaris
Naturalidade: Patras, Grécia
Idade: 26
Altura e peso: 1,89 m e 83 kg
Títulos no Benfica: 2

3
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica tricampeão nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.