Record

O mundo Sporting

universo leonino dá conta da paixão, esforço, suor e lágrimas

José Quintela com a camisola de Cristiano Ronaldo; e a réplica da Taça das Taças conquistada em 1964.
O mundo Sporting • Foto: PEDRO SIMÕES

Duas mil fotografias, cerca de mil taças e troféus, primeiras páginas de jornais referentes aos grandes sucessos do clube estão espalhadas por oito áreas temáticas em cerca de mil metros quadrados. O Museu Mundo Sporting, inaugurado em 31 de agosto de 2004, evoca a aventura leonina desde a fundação do clube em 1906, mas também tem peças inéditas, como seja a medalha do Sport Club de Belas, de 1902, coletividade que esteve na origem da fundação do Sporting.

Algumas das taças transitaram da antiga sede na rua do Passadiço e das instalações do Estádio José Alvalade para um espaço que era inovador no seu conceito há quase uma década.

Mário Casquilho recebeu do então presidente Dias da Cunha luz verde para arrancar com o museu e foi ele o grande dinamizador até abandonar as suas funções este ano. “Foi um trabalho incansável na procura de documentação, principalmente nos primeiros tempos de vida do clube”, relembra o antigo dirigente, uma inesgotável fonte de memória do universo leonino.

Porém, os tempos hoje são diferentes e sem querer esquecer o passado brilhante interpretado pelos “Cinco Violinos” nos anos 40, o Sporting também teve maestros de elevada qualidade. Joaquim Agostinho, um ciclista de pura raça com dois terceiros lugares no Tour, e Carlos Lopes, primeiro campeão olímpico português com a vitória na maratona em Los Angeles, ocupam um lugar de destaque.

Mas quem for visitar o museu pode ouvir um relato de Artur Agostinho referente a uma vitória do Sporting frente ao Benfica (5-1), bem como apreciar a réplica da Taça dos Vencedores das Taças conquistada em 1964.

Oferta

O museu também gira em redor de temas mais atuais e dos novos ídolos, como Cristiano Ronaldo, sócio 100 mil dos leões. Um associado ofereceu ao clube a camisola do avançado quando este jogava no clube em 2003. O dirigente José Quintela considera que o “museu é um reforço da identidade do Sporting” e nesse sentido promete novidades para 2014, como sejam exposições temáticas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Especial

Notícias

Notícias Mais Vistas