SeniorGym: ginástica depois dos 50

Já não são apenas filhos e netos a praticar desporto. Número de atletas veteranos tem vindo a subir. A ginástica é um exemplo

• Foto: Direitos Reservados

"O desporto é algo que nos deve acompanhar ao longo de toda a vida", sublinha a Record Luís Duarte, responsável máximo pela ginástica do Sporting. "Não é algo apenas exclusivo de adolescentes e jovens adultos."

É nesse sentido que a Federação de Ginástica de Portugal criou o SeniorGym, evento destinado à população com mais de 50 anos. Os benefícios são muitos. Aqui não há lugar para as crenças do ‘com esta idade já vou tarde’ ou ‘isto já não vai lá com exercício físico’. "Tenho um grupo que acompanho há quase trinta anos", conta Luís Duarte. "Tinham 40 e poucos e agora têm 60 e muitos. Vejo-os todos os dias como jovens que se juntam para um momento fantástico. Vejo até pela maneira como eles se comportam que mantêm o espírito jovem, principalmente quando a atividade é feita em grupo", refere o diretor do departamento de ginástica do Sporting.

Prevenção de doenças crónicas, melhoria cardiovascular, controlo da tensão arterial e do colesterol, prevenção de quedas, melhoria da flexibilidade, equilíbrio e elasticidade, assim como a prevenção de dores, aumento da autoestima e diminuição da ansiedade são alguns dos muitos bons exemplos associados à prática da ginástica sénior.

Ginástica dos 0 aos 100

Ricardo Lima é coordenador das disciplinas não olímpicas da Federação de Ginástica de Portugal e explicou em que consiste o SeniorGym. "É aberta aos filiados e não filiados. Tem a duração de um dia. O evento normalmente é dividido pela parte da manhã em que fazem um pequeno desfile pela cidade anfitriã do evento e com workshops variados como ginástica, dança ou até voleibol. Adaptamos o evento também ao local. Na parte da tarde tem mais uma atividade que é a gala SeniorGym em que o grupo prepara uma pequena coreografia e apresentam-na a todos os restantes grupos", explica.

No atual cargo desde 2013, Ricardo Lima explica que a evolução do número de praticantes de ginástica tem sido positiva. Os avôs levam os netos a praticarem ginástica... e já não se vão embora. "A ginástica tem essa virtude de ter atividades dos 0 aos 100 anos. Conseguimos adaptar os exercícios à capacidade física de cada pessoa. Para nós é importante tornar as pessoas mais ativas e a ginástica atrativa para estas idades. Cada vez mais os clubes filiados estão a abrir atividades internas para este tipo de pessoas. Vão aos clubes, e em vez de deixarem só os netos, fazem também a sua atividade", conta.

"Dar vida aos anos"

Desde sempre ligado ao desporto e ciente dos benefícios que a atividade física traz à saúde, Luís Duarte tem numa frase de Moniz Pereira, figura incontornável da história do atletismo português e seu professor nos tempos de faculdade, um bom lema para todos os que praticam desporto e para aqueles que ainda pensam praticar. "Ele costumava dizer que não é certo que o exercício dê mais anos de vida, mas que dá seguramente muito mais vida aos anos. É um bocadinho este o lema que eu procuro seguir. Para além disso, acredito que também dá muitos mais qualidade de vida às pessoas", refere o dirigente do Sporting. 

Por Rafael Godinho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fazemos campeões

Teodoro Cândido: «Na cadeira esqueço tudo»

Aos 66 anos, Teodoro não se cansa. Descobriu o desporto adaptado no sofá durante “a vida de reformado”. Depois disso nunca mais parou: andebol, basquetebol, ténis de mesa, vela... e não quer ficar por aqui

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.