Coronavírus: Morreram mais 21 pessoas em Portugal e casos confirmados aumentam 3,25%

Em 24 horas o número de mortos em Portugal com o coronavírus aumentou de 714 para 735

coronavirus covid-19 relatorio boletim
coronavirus covid-19 relatorio boletim

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 735, o que traduz uma subida de 21 óbitos face a ontem, quando estavam contabilizados 714, anunciou a DGS esta segunda-feira, 20 de abril.
 
O número de infetados (casos confirmados) aumentou 3,25% para 20.863, sendo que em termos absolutos a subida de casos foi de 657. Ontem tinham aumentado 2,65% para 20.206. 

O crescimento diário do número de mortos em termos absolutos baixou (21 contra 27 ontem), sendo que a taxa de crescimento é a mais baixa desde que foram registados os primeiros óbitos (2,9% contra 3,9% ontem).

Pelo contrário, verifica-se uma ligeira aceleração na taxa de crescimento do número de infetados (3,25% contra 2,65% ontem). Em termos absolutos também aumentou (657 contra 521 ontem).

A taxa de crescimento dos novos casos está desde 11 de abril na casa dos 3% e taxa de crescimento dos óbitos também tem vindo a baixar de forma quase contínua, ficando pela primeira vez abaixo dos 3%.

Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade é de 3,52%, em linha com o registado ontem (3,53%).

Segundo o boletim diário da DGS, há 424 mortos no Norte (mais de metade do total), 130 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 164 no centro e 11 no Algarve. Os Açores registam 6 óbitos, enquanto Madeira e Alentejo continuam sem vítimas mortais a lamentar.

Entre as vítimas mortais, 487 têm mais de 80 anos (66,2% do total); 155 entre 70 e 79; 65 entre 60 e 69; 20 entre 50 e 59 e oito com idade entre 40 e 49 anos. 367 são mulheres e 368 homens.  

O número de casos suspeitos aumentou para 198.353  (ontem estava em 187.604) e 4.739 pessoas aguardam resultados de testes laboratoriais (4.959 ontem).

Existem 610 casos recuperados, os mesmos dos dois últimos dias. O número de pessoas em vigilância pelas autoridades é agora de 30.805 (contra 27.947 ontem).

Menos doentes nos hospitais e nos cuidados intensivos

 

Os dados indicam que dos quase 21 mil casos confirmados, 1.208 estão internados em hospitais, o que corresponde a uma descida de 3% face a ontem (1.243).

 

No que diz respeito aos doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), verificou-se uma descida de 4%, para 215 (ontem tinham descido 2% para 224).

 

Assim, apenas 1,03% das pessoas infetadas estão internadas em cuidados intensivos. Do total, 5,98% dos infetados estão internados. Estes são os valores mais baixos dos últimos dias, qeu devem contudo ser lidos com cautela uma vez que os dados de segunda-feira pecam muitas vezes por defeito.

A região Norte (12.543) continua a ser a região que regista o maior número de casos confirmados, com mais de metade do total. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo (4.709), região Centro (2952) e Algarve (311). Há 107 casos nos Açores, 80 na Madeira e 161 no Alentejo.

Por Negócios
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.