Pior dia da pandemia em Portugal: recorde de mortes e infetados com Covid-19

Hoje vão ser conhecidas as medidas do novo confinamento


O número de pessoas infetadas pela covid-19 em Portugal aumentou em 10.556, um novo recorde, de acordo com os dados revelados esta quarta-feira, 13 de janeiro, pela Direção Geral da Saúde (DGS), para um total de 507.108. 

Quanto às mortes relacionadas com o novo coronavírus, registaram-se 156 óbitos nas últimas 24 horas, um novo máximo e superando pelo sexto dia consecutivo a barreira da centena de mortes e elevando o total de óbitos desde o início da pandemia para 8.236.

Esta evolução leva a que o Governo vá decretar já a partir desta quarta-feira um confinamento semelhante ao de março do ano passado e com a duração de um mês. António Costa admite o encerramento das escolas, mas apenas no 3.º ciclo e secundário.

A média diária de novos casos dos últimos sete dias subiu para 8.643, o valor mais elevado de sempre.

Nos últimos 14 dias, Portugal acumulou 982 novos casos por 100 mil habitantes, o nível mais elevado de sempre. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus e critério determinado pelo Governo para considerar os concelhos em risco, mais do que quadruplica o limite definido de 240 casos por 100 mil habitantes. 

O número de doentes recuperados cifrou-se em 4.460 nas últimas 24 horas, aumentando o total de recuperados para 378.084.

Assim, os casos ativos, que são calculados subtraindo ao total de casos confirmados os doentes recuperados e os óbitos, subiram em 5.940, para 116.328 atingindo o nível mais elevado de sempre. Este valor significa que mais de 1% da população portuguesa está atualmente infetada.

Por Negócios
3
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.