C&A junta-se à Inditex e Primark e também fecha lojas em Portugal

Na sequência da evolução do surto de covid-19

C&A
C&A

As grandes cadeias nacionais e internacionais de retalho de moda estão a fechar temporariamente as suas portas em Portugal, na sequência da evolução do surto de covid-19.

Ainda ao princípio da tarde desta quarta-feira, 18 de março, o Negócios confirmou que, por volta das 12 horas, a cadeia holandesa de vestuário C&A deu ordens às mais de três dezenas de lojas que tem em Portugal para fecharem "imediatamente".

O grupo espanhol Inditex (Zara, Bershka, Massimo Dutti, Stradivarius, Pull & Bear, Oysho, Zara Home, Uterqüe e Lefties) também decidiu encerrar temporariamente as cerca de 350 lojas que tem no nosso país, assim como a irlandesa Primark, que explora 10 lojas em território nacional.

No passado domingo, o Iberian Sports Retail Group (ISRG), uma "joint-venture" da Sonae com a JD Sports e na qual o grupo português detém 30%, mandou fechar todas as lojas Sport Zone em Portugal.

Já a Sonae Fashion, que gere os negócios da moda do grupo da Maia, mandou fechar as lojas Zippy, MO e Salsa a partir desta terça-feira, 17 de março.

"As marcas Zippy, MO e Salsa, que integram a Sonae Fashion, decidiram suspender preventivamente a atividade das suas lojas, apesar da inexistência de qualquer caso identificado de covid-19", confirmou ao Negócios fonte oficial da Sonae Fashion.

 

 

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.