Coronavírus: "Incidência máxima" da pandemia em Portugal "adiada para o final de maio"

Marta Temido deixou um aviso: "Isto coloca uma grande pressão sobre o SNS e sobre todos nós". 

A ministra da Saúde, Marta Temido, assumiu, este sábado, que a "incidência máxima" da pandemia de Covid-19 "estará adiada para o final de maio". 

Em conferência de imprensa, Marta Temido disse ainda que se prevê que se venha " a ter um número muito elevado de casos de infeção" por novo coronavírus e deixou um aviso: "isto coloca uma grande pressão sobre o SNS e sobre todos nós". 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.