Coronavírus: Restaurantes vão continuar fechados durante primeira reabertura do comércio

Plano do Governo foi divulgado pelo presidente do PSD, Rui Rio.

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu esta quarta-feira ao presidente do PSD, Rui Rio, que tudo será feito dentro da constitucionalidade para garantir a "reabertura do país" depois do confinamento devido à crise da Covid-19. O presidente do PSD revelou que restaurantes não vão abrir na fase inicial da reabertura.

Após uma reunião de duas horas com Costa, a ministra da Saúde, Marta Temido, e o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, Rui Rio divulgou um plano do Governo que passa por abrir a atividade económica "de forma prudente e lenta", com reavaliações de 15 em 15 dias – a 4 de maio, 18 de maio e 1 de junho.

A primeira reabertura, a 4 de maio, será feita às pequenas lojas, enquanto as próximas se destinarão a lojas de maior dimensão e a diferentes negócios, indicou o presidente do PSD sobre o plano do Governo de Costa. Rio indicou que, durante a reunião, tentou "sensibilizar o Governo para que o dinheiro chegue mais rapidamente às empresas" e manifestou o desejo de que o Estado cubra "todas as dívidas que tem aos fornecedores".

Rio confirmou também que o estado de emergência atual, que termina na próxima sexta-feira, será substituído por uma situação de calamidade no país e que os portugueses apenas têm de "manter o comportamento" atual face a números da pandemia em Portugal que "ainda são perigosos". O presidente social-democrata indicou que, para esta primeira reabertura de comércio, os restaurantes não estão incluídos, mas não descarta a decisão numa futura reavaliação.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias