Coronavírus: Yazaki fecha até 3 de abril e manda 2.200 trabalhadores para casa

Na sequência de o Governo ter decretado o estado de calamidade neste concelho

Cinco dias depois de ter enviado de quarentena para casa os primeiros 59 dos seus 2.200 trabalhadores, na sequência da confirmação de uma funcionária infetada com a covid-19, e perante a decisão de o Governo ter decretado o concelho de Ovar em regime de estado de calamidade, a Yazaki decidiu esta terça-feira encerrar a sua actividade até 3 de abril.

"Esta medida entra em vigor às 00:00 e já tomamos medidas no sentido de garantirmos a saída em segurança dos nossos colaboradores que ainda se encontram cá", anunciou a empresa ontem à noite.

"Não podemos deixar de agradecer o espírito de equipa e entreajuda de todos os que aqui estão e aqui se deslocaram ao final do dia para nos ajudar a proteger equipamentos e garantir que teremos condições de retomar a nossa actividade quando regressarmos", avança a Yazaki de Ovar, em comunicado.

"São momentos sem precedentes, que não faziam parte da nossa história mas que têm evidenciado ao longo destes dias, valores de solidariedade, trabalho em equipa e superação inacreditáveis", realça a empresa.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.