Acordo feito: Ronaldo foi a tribunal, reconheceu culpa e vai pagar 18,8 milhões de euros

Português fica com dois anos de pena suspensa após reconhecer quatro delitos fiscais

9h48 - Este acordo permite fechar o processo judicial aberto contra Cristiano Ronaldo por ter fugido ao pagamento de impostos de rendimentos recebidos sobre os direitos de imagem em Espanha, quando jogava no Real Madrid.

Ronaldo sorridente à saída do Tribunal de Madrid
9h44 - Fonte do tribunal revelou que Cristiano Ronaldo reconheceu a culpa por quatro crimes de fraude fiscal e acordou pagar uma multa de 18,8 milhões de euros, escapando a uma pena de prisão de 23 meses. Ronaldo não terá de cumprir essa pena porque a Justiça espanhola não aplica penas inferiores a 24 meses quando os acusados não têm antecedentes judiciais.

9h28 - Alguns populares acercaram-se do local, mas mal tiveram tempo de ver o craque português. Ronaldo pretende regressar a Itália o mais rápidamente possível.

9h26 - Cristiano Ronaldo acaba de sair do tribunal. O jogador assinou alguns autógrafos, entrou num carro preto com a namorada e deixou o local, nesta altura pejado de jornalistas. 

9h10 - Ronaldo ainda não está a ser ouvido, segundo diz a CMTV.

Ronaldo chega ao tribunal de Madrid
8h56 - O jogador não deverá estar muito tempo no tribunal; a presença do Cristiano Ronaldo em Madrid é um mero formalismo burocrático pois o acordo com as autoridades fiscais espanholas já foi alcançado.

8h41 - O jogador vai ser identificado e deve encontrar-se com os advogados no interior do tribunal. A audiência não terá a presença da imprensa.

8h40 - O jogador está de óculos escuros e aparentemente tranquilo. Não responde às perguntas dos jornalistas.

Sorridente e de mão dada com Georgina: assim chegou Ronaldo ao tribunal de Madrid
8h38 - Cristiano Ronaldo acaba de chegar ao tribunal, acompanhado pela namorada, Georgina Rodríguez. 

8h27 - O jogador pretende pedir que os dois anos de pena suspensa sejam substituídos pelo pagamento de uma multa diária a rondar os 200 euros.

8h06 - Já há muitos jornalistas à porta do tribunal, onde o jogador da Juventus deve chegar por volta das 9 horas portuguesas. Terá de subir uma escadaria para aceder às instalações onde será ouvido.

- Ronaldo fez um pedido ao tribunal, que não foi aceite. CR7 queria entrar de carro pela garagem do tribunal "por motivos de segurança", mas viu as autoridades recusarem a medida proposta. O português vai ter de entrar no edifício a pé.

- Após atuar pela Juventus, Cristiano Ronaldo é hoje ouvido no Tribunal de Madrid, respondendo pelo desvio de 150 milhões de euros de direitos de imagem que alegadamente escondeu num paraíso fiscal para escapar aos impostos entre 2011 e 2014. O craque irá declarar-se culpado de quatro delitos fiscais, aceitando uma pena suspensa de dois anos e multa de 18,8 milhões de euros.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.