Estragou o carro rebaixado numa lomba e quer que o município assuma a despesa

Exige que o município lhe pague tudo aquilo que gastou na reparação do seu Volkswagen Passat

Imagine que rebaixa o seu carro e que o danifica a passar uma lomba redutora de velocidade. De quem é a culpa? Do município, que ordenou a sua instalação, ou sua, que rebaixou em demasia o seu automóvel? A resposta está longe de ser fechada, mas isso não impediu um jovem irlandês de "acusar" o município onde vive e de exigir receber o que gastou na reparação dos danos do seu automóvel.

O jovem em causa é Christopher Fitzgibbon, um irlandês de 23 anos que tem um Volkswagen Passat muito rebaixado (apenas 10 cm de altura ao solo). Depois de fazer esta modificação – custou cerca de 3400 euros - reparou na dificuldade que tinha a ultrapassar este tipo de lombas nas estradas que dão acesso á vila de Galbally, em Limerick, onde vive, até ao dia em que o seu automóvel ficou mesmo danificado.

Agora, exige que o município lhe pague tudo aquilo que gastou na reparação do seu Volkswagen Passat, aproximadamente 2500 euros. Mas a resposta não foi a esperada, com o município a responder de forma negativa à reclamação. "As lombas têm apenas 75 mm de altura. Não recebemos mais nenhuma queixa sobre elas", pode ler-se na resposta oficial do município.

Saiba mais no Aquela Máquina

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias