Record

Manuel Damásio: o presidente que contratou Donizete e falhou Jardel

Empresário foi detido esta quarta-feira

Manuel Damásio nasceu em Lisboa, a 9 de Julho de 1940. Fez parte da lista de Fernando Martins quando este competiu com João Santos para a presidência do clube da Luz. Assinante do jornal "O Benfica" desde o seu início, foi acompanhando ao longo dos anos a evolução do clube. Na infância, frequentava a casa do sócio nº 1502, Carlos Vidinha (companheiro na instrução primária), o que lhe influenciou a opção clubista.

Em 7 de Janeiro de 1994 foi eleito o 30.º presidente do Benfica, com 87% dos votos em relação ao opositor e amigo José Capristano. Iniciou desde logo uma campanha de angariação de sócios, que elevou o número de 83 000 para 150 000. Herdou um passivo enorme, que tentou combater com o patrocínio da Parmalat, mas não vieram daí grandes benefícios. Implementou uma transformação no Departamento de Futebol com a ajuda de Abílio Rodrigues e Gaspar Ramos. Não teve sorte na escolha dos treinadores (Artur Jorge, Paulo Autuori, Manuel José...) e gastou muito dinheiro em contratações falhadas, como Nelo, Tavares, Paulo Nunes, Donizete... Em 1997, saiu da presidência pela porta dos fundos.

Jardel esteve tão perto
A política de contratações na era Damásio não foi famosa, durante a sua presidência o Benfica negociou mais de 100 jogadores. A escolha de Artur Jorge para treinador, que susbtituiu Toni despediu após ter sido campeão, revelou-se infrutífera e outras, como Paulo Nunes e Donizete, um desperdício de dinheiro. E quando Gaspar Ramos teve Jardel nas mãos... este escapou. Manuel Damásio não deu o aval à contratação por não querer passar de um limite financeiro mas Pinto da Costa não pensou duas vezes e pagou ao Grémio.

Esta quinta-feira, o antigo presidente do Benfica, 75 anos, foi detido pela Polícia Judiciára no âmbito da operação Rota do Atlântico, a mesma que implica o empresário de futebol José Veiga e o advogado Paulo Santana Lopes, detidos desde 8 de fevereiro, o primeiro em prisão preventiva e Paulo Santana Lopes em prisão domiciliária.

Em 2004, sete anos depois de deixar a presidência dos encarnados, Manuel Damásio afirmava que José Vieiga era "o homem ideal para o Benfica", tendo sido o responsável pela entrada do técnico Giovanni Trapattoni, que deu o título de campeão em 2004/2005.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias
M