Morreu jornalista que disse que o coronavírus "é maricas porque morre com espuma de sabão"

José Francisco Ruiz lutou durante vários dias contra a covid-19, mas não resistiu

• Foto: Twitter

O veterano jornalista de desporto da Nicarágua, José Francisco Ruiz, falou com desdém sobre o coronavírus no mês de maio e morreu hoje, vítima de covid-19, segundo informou a 'Rádio Nicarágua', "depois de lutar durante vários dias contra os sintomas". Tinha 75 anos.

A meio de maio Ruiz, simpatizante do governo de Daniel Ortega, que conduzia também um programa desportivo na televisão, no Canal 6, disse que a Covid-19 era "maricas" e relacionou a doença com a oposição, com teorias da conspiração , dizendo que se prevenia com medicina caseira.

"Este vírus é maricas, como os opositores, vê como é maricas: morre com espuma de sabão", disse na televisão.

O seu interlocutor adveriu-o para ter cuidado com o que dizia, mas o jornalista não se conteve e disse que o coronavírus estava "a fazer aquilo para o que foi feito", sem mencionar por quem. "Eles dizem que é preciso eliminar os velhos, porque os velhos gastam muito e são muitos. A guerra foi contra os velhos, este vírus é para os velhos."
 
E ainda deixou uma receita, que teria sido usada com sucesso por um conhecido seu. "Gargarejar água com sal e limão três vezes por dia, banhos de água quente com folhas de eucalipto e em quatro ou cinco dias o vírus morre."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0