No Name Boys também recolhiam informação sobre jornalistas, dirigentes e comentadores

Sete pessoas foram detidas

A carregar o vídeo ...
PSP mostra material apreendido em megaoperação contra No Name Boys

O comissário Bruno Pereira revelou esta quinta-feira a propósito da megaoperação da PSP levada a cabo contra os No Name Boys que além de informação sobre as vítimas, algumas "estiveram em risco de vida", os detidos recolhiam informações relacionadas com "jornalistas, pessoas com cargos de direção em clubes e comentadores de televisão".

Esta quinta-feira decorreram várias diligências processuais e investigatórias, nomeadamente, buscas domiciliárias e não domiciliárias, bem como o cumprimento de vários mandados de detenção fora de flagrante delito, emitidos por autoridade judiciária. Sete pessoas foram detidas.

"Ao longo de aproximadamente um ano, foram investigados vários crimes, entre eles, roubos, ofensas à integridade física qualificadas, danos e homicídio na forma tentada, praticados por um grupo de indivíduos pertencentes à claque 'No Name Boys', referiu a PSP.

98
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.