Procuradora Maria José Morgado prepara acusação a Rangel e Vieira

CM diz que procuradora quer acabar inquérito e levar arguidos a julgamento por teia de corrupção e tráfico de influências

Dois pesos pesados do Ministério Público carregam desde o início no Supremo Tribunal de Justiça (STJ), à vez, a investigação à teia de corrupção em torno do juiz Rui Rangel – suspeito de dezenas de favores judiciais a empresários, em troca de subornos milionários que lhe sustentaram a vida de luxo.
 
Primeiro foi o procurador Albano Morais Pinto, até que saiu do STJ para a direção do DCIAP, e agora quem assume o processo em mãos é Maria José Morgado, ex-procuradora distrital de Lisboa que chega ao STJ. Como refere o Correio da Manhã na edição desta terça-feira, o objetivo é concluir o inquérito com urgência e acusar.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.