Rui Pinto: «Portugal quer tratar-me como um Bin Laden»

Diz que a justiça portuguesa quer exibi-lo como se fosse um troféu

Rui Pinto afirmou esta terça-feira que a justiça portuguesa quer tratá-lo "como um Bin Laden", líder terrorista abatido pelos Estados Unidos da América em 2011, e que Portugal quer exibi-lo como se de um troféu se tratasse.

"A minha prioridade é colaborar com a justiça francesa, que foi a que me mostrou mais garantias. Portugal nunca quis saber de mim. Portugal agora quer pôr a minha cabeça a prémio, quer mostrar-me como um troféu, quer tratar-me como um Bin Laden. Foi essa a perceção que tive da conferência de imprensa de Carlos Cabreiro", referiu o alegado hacker aos jornalistas, já depois de conhecer a decisão do tribunal húngaro sobre a extradição.

Rui Pinto disse mesmo que este processo deveria ser tratado pelo Tribunal Europeu: "Portugal abusou, fez um mandado de detenção europeu irregular porque não fizeram mandado de detenção nacional primeiro. Há jurisprudência europeia, este caso devia ser analisado pelo Tribunal Europeu no Luxemburgo".

Confira todas as declarações de Rui Pinto.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.