Sete pessoas morreram por coronavírus em Itália

É a quarta vítima mortal no país registada esta segunda-feira.

A Itália confirmou esta segunda-feira a sétima vítima mortal por coronavírus. A informação foi avançada pela agência Ansa.

A primeira morte por COVID-19 em Itália foi a de uma mulher de 76 anos, encontrada morta em casa a 50 quilómetros de Milão. Um homem de 78 anos morreu com a infeção perto de Pádua. 

As seguintes vítimas mortais foram uma mulher, doente oncológica, que estava internada em Cremona, na região da Lombardia, um paciente com mais de 80 anos e estava hospitalizado para tratamento de uma doença não relacionada quando foi contaminado pelo vírus da China. A sexta morte ocorreu num paciente com cancro, na região de Brescia.
 
A idade e género da sétima vítima mortal não é ainda conhecida.

O número de mortos devido ao coronavírus Covid-19 subiu hoje para 2.592 na China continental e foram reportados 409 novos infetados, quase todos na província de Hubei, enquanto a maioria do país não contabilizou novos casos.

Além dos mortos na China continental, morreram oito pessoas no Irão, quatro no Japão, duas na região chinesa de Hong Kong, cinco na Coreia do Sul, seis em Itália, onde o Carnaval de Veneza foi suspenso, uma nas Filipinas, uma em França, uma nos Estados Unidos e uma em Taiwan. 

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

O segundo país mais afetado é o Japão, com 769 casos (quatro dos quais mortais), incluindo pelo menos 364 no navio de cruzeiro 'Diamond Princess' - onde se encontra infetado um cidadão português. 

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.