Trump e o estado de saúde do líder da Coreia do Norte: «Ouvi dizer que usaram documentos antigos»

Presidente norte-americano admite que relatórios estavam incorretos

Trump, Kim Jong-Un
Trump, Kim Jong-Un

Donald Trump declarou na última noite, na Casa Branca, que ouviu dizer que os relatos de que o líder da Coreia do Norte, Kim Jon Un, poderia estar com graves problemas de saúde na sequência de uma cirurgia estão "incorretos".

"Penso que a informação do relatório estava incorreta, digamos assim. Ouvi dizer que foram usados documentos antigos", afirmou o presidente norte-americano num briefing sobre a pandemia de covid-19.

Trump disse que não irá comentar sobre se estabeleceu contacto com os norte-coreanos.

Recorde-se na terça-feira, 21 de abril, foi avançado que os EUA tinham a informação de que Kim Jon Un estava em estado considerado crítico após ter sido submetido a uma cirurgia cardiovascular na semana passada.

Kim esteve ausente da celebração do aniversário do seu avô, Kim Il Sung, no passado dia 15 de abril, o que suscitou questões sobre o seu estado de saúde. Tinha sido visto quatro dias antes, numa reunião do governo.

A CNN avançou com a notícia, citando um responsável norte-americano com conhecimento direto do assunto, mas não obteve qualquer comentário da Casa Branca.

O estado de saúde do líder norte-coreano é um dos segredos mais bem guardados do regime, e habitualmente apenas meia dúzia de pessoas pertencentes ao círculo mais restito da liderança do país dispõe dessa informação.

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.