Vale e Azevedo escapa-se: Justiça não o consegue notificar

Em causa processo no qual apresentou aos tribunais 3 milhões de euros em garantias falsas e tentativa de burla milionária

A Justiça está há mais de dois anos sem conseguir notificar João Vale e Azevedo (ex-advogado e antigo presidente do Benfica) para o julgar num processo em que apresentou aos tribunais três milhões de euros em garantias falsas e fez ainda uma tentativa de burla de 25 milhões de euros ao banco BCP.

De acordo com o jornal ‘Público’, o tribunal não consegue notificar Vale e Azevedo, que desde junho de 2018 vive e trabalha em Londres, Inglaterra. A defesa do ex-advogado tem colocado recursos e recusa assinar as notificações. Do lado da Justiça portuguesa houve atrasos na tradução de documentos.

Por Correio da Manhã
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias