Record

APAF condena agressões a árbitros na AF Porto: «Um dos agredidos tem apenas 17 anos»

Apelo à atuação das instituições antes que alguma tragédia aconteça

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) condenou as agressões a árbitros que se verificaram em diversos jogos da AF do Porto nos últimos dois fins de semanas.

Em comunicado, a APAf sublinha que "dois árbitros foram barbaramente agredidos pelo pai de um atleta do Grupo Desportivo Cultural Recreativo Água Viva", um dos quais de "apenas 17 anos".

"Tais atos cobardes que semanalmente teimam em continuar país fora, apenas mancham o nosso futebol e colocam a descoberto a falta de cultura desportiva, a falta de respeito e a ausência de valores no nosso desporto e na nossa sociedade. As instituições do futebol e políticas necessitam, urgentemente, de dizer o que pretendem do futebol e o que estão dispostos a fazer efetivamente para terminar com estes episódios, antes que alguma tragédia aconteça", pode ler-se no comunicado divulgado esta segunda-feira.


Leia o comunicado na íntegra: 

"A Associação Portuguesa Árbitros Futebol (APAF), vem por este meio, expressar a sua total solidariedade com os colegas Árbitros que foram agredidos no jogo do campeonato de Juniores C (14, 15 anos ) entre as equipas do Grupo Desportivo Cultural Recreativo Água Viva e do Atlético Desportivo Polenenses da Associação de Futebol do Porto. Os 2 Árbitros foram barbaramente agredidos pelo pai de um atleta do Grupo Desportivo Cultural Recreativo Água Viva.

De salientar que um dos Árbitros agredidos tem apenas 17 anos de idade.

Num outro jogo de Juniores E (11,12 anos), igualmente da Associação de Futebol do Porto, entre as equipas do GDC Escolas de Modelos e do ACR Santa Cruz do Douro de Baião, outro colega Árbitro foi também agredido por um elemento do público.

De relembrar, que já na passada semana, infelizmente, outra agressão tinha ocorrido á equipa de Arbitragem do jogo SC Salgueiros x CF Oliveira Douro da Divisão de Elite da Associação Futebol Porto. Jogo no qual, nem a força policial foi poupada ás agressões.

Tais atos cobardes que semanalmente teimam em continuar País fora, apenas mancham o nosso futebol e colocam a descoberto a falta de cultura desportiva, a falta de respeito e a ausência de valores no nosso desporto e na nossa sociedade.

As Instituições do futebol e políticas necessitam, urgentemente, de dizer o que pretendem do futebol e o que estão dispostos a fazer EFETIVAMENTE para terminar com estes episódios, antes que alguma tragédia aconteça.

Todos aqueles que relamente amamos o futebol, devemos estar envergonhados com tais situações.

Informamos que a APAF irá tomar todas as diligências necessárias para apoiar os Árbitros agredidos e condenar os agressores, na esperança que seja feita justiça, de forma idónea, isenta e célere, para que situações destas não se voltem a repetir e se acabe de vez com este clima de autêntica intimidação para com os Agentes de Arbitragem.

A Direção da APAF"
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas