Jorge Ferreira vê "ameaça" em atitude dos Super Dragões

Claque esteve no restaurante do pai e a GNR foi chamada

• Foto: José Moreira

Armindo Ferreira, pai de Jorge Ferreira, disse ao "Correio da Manhã", que o árbitro encara o que se passou segunda-feira à noite na Taberna da Esquiça, restaurante do qual é proprietário, como "uma forma de intimidação e de ameaça".

Os elementos da claque do FC Porto terão chamado "gatuno" ao árbitro, que não estava no restaurante na altura. A GNR de Fafe foi chamada ao local depois da confusão de ter instalado com o pedido do livro de reclamações. Ainda de acordo com o "Correio da Manhã", "o funcionário do estabelecimento apresentou queixa contra o grupo de adeptos, afirmando que estes consumiram vários produtos que não pagaram".

Por Sandra Lucas Simões
46
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.