Jovens jogadores portugueses escapam ao atentado de Bruxelas

Francisco Pacheco e Alexandre Pimenta faziam escala para Veneza

• Foto: EPA

Dois jovens jogadores portugueses escaparam ilesos ao atentado terrorista que teve lugar esta terça-feira no aeroporto de Bruxelas. Francisco Pacheco e Alexandre Pimenta, ambos do Portimonense, faziam escala na capital belga. No momento das explosões, ambos já tinham efetuado o check-in e dirigiam-se para o avião que os iria transportar para Veneza. Apesar da distância, os jovens jogadores ouviram um barulho ensurdecedor, permanecendo depois algum tempo na pista, já com a presença das autoridades.

Francisco Pacheco e Alexandre Pimenta já contactaram as respetivas famílias e encontram-se numa zona de acolhimento montada pela polícia belga. Os dois jogadores iam cumprir três dias de treinos no Venezia, de Itália.

Ontem, o voo que os levou de Lisboa para Bruxelas partiu com 8 horas de atraso, devido à greve dos controladores aéreos franceses, pelo que os portugueses perderam a ligação para Itália. Devido à hora tardia, tiveram de pernoitar no aeroporto e apenas esta manhã (8.40 locais) completariam a viagem.

Por Ricardo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas