Pedro Pinho com licença de agente suspensa preventivamente

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar

A carregar o vídeo ...
Novas imagens: Sérgio Oliveira e Nélson Puga viram a agressão de Pedro Pinho a partir do relvado

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) instaurou um processo disciplinar a Pedro Pinho por "alegadas agressões praticadas contra jornalista" e suspendeu preventivamente o agente por 20 dias, anunciou esta quinta-feira o organismo.

"Instauração de processo disciplinar a José Pedro Silva Maia Pinho, por deliberação da Secção Profissional, de 28 de abril de 2021, tendo por objeto alegadas agressões praticadas contra jornalista. Determinou-se a medida cautelar de suspensão preventiva do agente desportivo pelo prazo máximo de 20 dias regulamentarmente admissível", lê-se num comunicado do CD da FPF.

O organismo acrescentou que o processo foi hoje enviado à Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, "ficando excluída a publicidade até ao fim da instrução".

Pedro Pinho quebrou o silêncio e, a Record, assumiu a responsabilidade pelos factos graves ocorridos após o Moreirense-FC Porto. "O que pretendo deixar claro é que não agredi fisicamente o repórter em questão. Estou arrependido do meu ato irrefletido, que resulta em grande parte da emotividade do momento, dado que nunca me vi envolvido em qualquer caso comparável. Aproveito esta oportunidade para pedir desculpas publicamente ao jornalista e a todos os adeptos do futebol", salientou.

Por Record
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.