Famalicão reage a denúncias sobre treinador acusado de assédio sexual

Clube emitiu um comunicado

• Foto: Famalicão
O Famalicão emitiu esta quinta-feira um comunicado a propósito das acusações de assédio sexual que recaem sobre Miguel Afonso, o treinador da sua equipa feminina, que remontam à passagem do técnico pelo Rio Ave, na época passada. O clube diz que desconhece as acusações, mostra-se disponível para colaborar com as autoridades e garante que "censurará sempre qualquer forma de abuso, violência ou desrespeitoso". 

Leia o comunicado na íntegra:

"O Futebol Clube Famalicão vem por este meio pronunciar-se sobre as alegadas acusações que recaem sobre o seu treinador de futebol feminino, Miguel Afonso.

Nesse sentido, consideramos importante esclarecer o seguinte:

1 - Ao momento da contratação do técnico, e até ao dia de hoje, o FC Famalicão não tem conhecimento de nenhuma acusação ou denúncia às entidades competentes que recaia sobre o técnico Miguel Afonso;

2 - O FC Famalicão está totalmente disponível para colaborar com as entidades competentes com o objetivo primordial de estabelecer a verdade dos acontecimentos;

3 - O FC Famalicão orgulha-se da sua história, construída com base em valores como a transparência, a igualdade, o respeito pelo outro e a ética desportiva;

4 - O FC Famalicão censurará sempre qualquer forma de abuso, violência ou desrespeitoso pelo outro e mais informa que, caso se venha a comprovar a existência de algum facto praticado pelo nosso treinador que tente ou tenha atentado na liberdade de alguma atleta, tomará todas as providências ao seu alcance para as sancionar."



Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas