Gabi Morais e a paragem das provas: «Sabíamos que iríamos ter dificuldades em relação aos salários»

Jogador do Famalicão espera que a promoção do futebol feminino se mantenha

• Foto: Assessoria de imprensa

Gabi Morais chegou em 2019 ao Famalicão e viveu por dentro o problema do cancelamento das competições no futebol feminino por conta da pandemia. Agora, a futebolista natural de Fortaleza apontou um problema que já antecipava.

"Sabíamos que iríamos ter dificuldades em relação aos salários, é uma dificuldade que o futebol feminino já tem após o aparecimento da pandemia. O futebol feminino estava num momento muito bom, estava a ser mais valorizado. Espero que deem continuidade à aposta para o futebol feminino crescer mais e mais. Vejo muita evolução de há uns tempos pra cá. Aqui em Portugal o crescimento da modalidade é grande. Quando cheguei aqui na época 2016/17 [para o Sp. Braga], ainda havia muitas dificuldades. Hoje vejo uma evolução muito grande", garantiu à assessoria de imprensa.

A médio brasileiro, de 26 anos, tem como objetivo representar a seleção olímpica do Brasil em Tóquio, já no próximo ano, depois de ter participado na preparação do escrete para o Mundial de 2019.

"A minha chegada à seleção é uma consequência do meu trabalho. Eu estou a trabalhar para chegar à seleção e ficar por lá novamente. Antes de vir para Portugal, o pessoal da seleção entrou em contato comigo. Estou a trabalhar para pode ser convocada, pensando nas olimpíadas. É um sonho que tenho e vou trabalhar para isso acontecer", atirou.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.