Miguel Santos: «Benfica sofreu hoje o dobro dos golos que havia sofrido até agora»

Treinador do Sp. Braga e o triunfo por 2-1 sobre as encarnadas na Taça de Portugal

• Foto: Paulo Calado

Miguel Santos, treinador da equipa de futebol feminino do Sp. Braga, falou num "resultado melhor do que a exibição" diante do Benfica, a quem as minhotas impuseram a primeira derrota (1-2) da época, na 1.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal.

"Foi um resultado melhor do que a exibição, porque, atendendo ao estado do relvado, o Benfica esteve em vantagem. O Braga teve problemas de adaptação ao relvado, mas conseguiu contornar isso, não se abalou, chegou ao empate e fez uma segunda parte mais bem conseguida. Na segunda mão, esperamos que seja outro tipo de jogo, no nosso relvado do 1.º de Maio. Foi um jogo difícil, como já estávamos à espera, com o público a empurrar o Benfica, e esta vitória vai inteiramente para os adeptos do Braga que se deslocaram até cá. Foi uma boa promoção para o futebol feminino e vê-se que a modalidade está a crescer", analisou o técnico bracarense.

O canto olímpico do Sp. Braga que ditou a primeira derrota da equipa feminina do Benfica
Miguel Santos recordou que o Benfica apenas tinha sofrido um golo até hoje em toda a época e que o adversário é que terá de correr atrás do prejuízo no Minho: "Na segunda mão, vamos tentar ter outro tipo de qualidade do ponto de vista ofensivo, mas hoje conseguimos fazer com que o Benfica sofresse o dobro dos golos que sofreu até agora. A pressão está do lado do Benfica, pelas ambições que tem e pelo investimento que fez. No 1.º de Maio, temos um registo 100% vitorioso, mas esta vantagem não nos dá qualquer excesso de confiança. Vamos para a segunda mão novamente conscientes de que vai ser um jogo difícil, em que teremos de estar bem organizados para chegar ao Jamor."

Por Lusa
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.