Sandro Cruz alvo de insultos racistas em Vila do Conde: «Que o Rio Ave jogue à porta fechada durante muito tempo»

"Continuamos a ser hipócritas o suficiente para dizer que não somos um país racista!", disse o lateral das águias

Sandro Cruz utilizou este domingo as redes sociais para condenar os episódios de racismo que sucederam durante o Rio Ave-Benfica B, jogo a contar para a 30ª jornada da Liga Sabseg.

"Hoje, infelizmente, passou-se mais um episódio nojento na nossa sociedade e no nosso desporto. Por isso é que continua como está… mas continuamos a ser hipócritas o suficiente para dizer que não somos um país racista!", pode ler-se na publicação feita pelo defesa dos encarnados através da conta pessoal do Twitter. 
O defesa formado no Benfica Campus pede mão pesada para os vilacondenses pelo comportamento dos adeptos.

"Espero bem que a Liga tome medidas severas para com este incidente e que o Rio Ave jogue há porta fechada durante muito tempo! Pior é saber que uma massa associativa apoia um clube que está cheio de profissionais 'Pretos' mas ousam chamar-me preto! Que este episódio seja para refletir e saber que somos muito melhores que isto… e que as campanhas de 'Racismo Não' acabem! Porque é só para fechar os olhos… Porque continuam tantos racistas por Portugal fora!", condenou o jogador de apenas 20 anos e filho do antigo internacional português de andebol Filipe Cruz. Refira-se que Sandro Cruz foi titular e foi rendido por Rafael Rodrigues aos 60 minutos.

Por Flávio Miguel Silva
27
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica B

Notícias

Notícias Mais Vistas