Famalicão-Oliveirense, 1-0: Golo solitário de Nuno Diogo define encontro

Famalicenses somaram segundo triunfo na temporada

• Foto: Arquivo/Manuel Araújo

Um golo de Nuno Diogo, aos 45 minutos, bastou este domingo ao Famalicão para vencer na receção à Oliveirense, em jogo a contar para a quinta jornada da Segunda Liga.

Numa partida equilibrada entre duas equipas que teimavam em estar encaixadas, a primeira oportunidade de golo pertenceu à Oliveirense quando, aos 18 minutos, Brayan Riascos atirou por cima da baliza.

O Famalicão respondeu com um remate forte de Feliz, que obrigou Júlio Coelho a mostrar credenciais (21'), e com um tiro de Poulson, por cima (42').

Aproximava-se o intervalo e o golo, a surgir, poderia pender para qualquer um dos lados, uma vez que os lances iam sendo repartidos e escasseava a originalidade.

A sorte acabou por sorrir à equipa minhota, com Nuno Diogo a dar o último toque numa jogada que começou num livre cobrado por Feliz, que até parecia controlada pela defesa visitante, que, na tentativa de aliviar, entregou a bola ao central dos famalicenses (45').

Na segunda parte, manteve-se o ritmo lento, mas as equipas começaram a arriscar mais e a dispensar o jogo a meio-campo para apostar em jogadas de profundidade.

Aos 50 minutos, Brayan Riascos chegou a colocar a bola na baliza à guarda de Leonardo, mas o árbitro Gonçalo Martins considerou que o colombiano estava em posição irregular.

Seguiram-se oportunidades para os dois lados: Brayan Riascos atirou por cima, aos 57', e William e Feliz atiraram à figura do guarda-redes, aos 63' e 68', respetivamente.

Pedro Miguel apostou tudo, fez três substituições de uma assentada, e viu a sua equipa subir de rendimento e também no terreno, dispondo de mais e melhores oportunidades.

A Oliveirense protagonizou, aliás, uma reta final de jogo muito intensa, a obrigar o conjunto orientado por Dito a encolher-se e a fazer uma muralha defensiva, que teve como 'rei' Leonardo, já que o guardião da casa esteve seguro quer entre os postes, quer nas saídas.

Filipe Gonçalves (73') e Bryan Riascos (75', 86' e 90') tentaram o empate, mas a bola teimou em não entrar mantendo o 1-0 a favor do clube de Famalicão.

Jogo no Estádio Municipal de Famalicão.

Famalicão - Oliveirense, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador:

1-0, Nuno Diogo, 45 minutos.

Equipas:

- Famalicão: Leonardo, Daniel, Ângelo Meneses, Nuno Diogo, Jorge Miguel, Zé Lucas (Fred, 46), Hocko, William, Feliz, Rui Costa (Anderson, 73) e Poulson (Mendes, 82).

(Suplentes: Gabriel, José Pedro, Denner, Michael Thuíque, Fred, Mendes e Anderson).

Treinador: Dito.

- Oliveirense: Júlio Coelho, Alemão, Mathaus, Sérgio Silva, Ricardo Tavares, António Oliveira, João Amorim (Serginho, 66), Filipe Gonçalves, Diogo Valente (João Mendes, 66), Rafa (Fabian, 66) e Brayan Riascos

(Suplentes: Gonçalo Gonçalves, João Mendes, Serginho, Fabian, Manuel Godinho, Raúl Martins e Gabi).

Treinador: Pedro Miguel.

Árbitro: Gonçalo Martins (AF Vila Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Amorim (27), Feliz (39), Jorge Miguel (61), Alemão (64), Anderson (83), William (90+2) e Sérginho (90+5).

Assistência: 1.957 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.