Record

Moreirense-Aves, 0-2: Locais acabaram com nove

Vitória suada

Moreirense-Aves, 0-2:
Moreirense-Aves, 0-2:

O Desportivo das Aves venceu, por 2-0, em casa do Moreirense, que perdeu pela primeira vez em Moreira de Cónegos, na 17.ª jornada da 2.ª Liga, num jogo em que os locais acabaram com nove jogadores.

Com golos de Vasco Rocha, aos 46 minutos, e de Andrew, aos 73, e perante um Moreirense reduzido a nove por expulsão de Ricardo Nascimento (33) e de Filipe Melo (71), não foi difícil ao Desportivo das Aves conquistar a quarta vitória consecutiva frente aos vimaranenses, que procuravam regressar às vitórias, após três empates fora de casa.

A saber de antemão que ganhando reconquistava a liderança da 2.ª Liga, já que os dois adversários diretos haviam perdido (o Portimonense por 3-0 em casa do Tondela e o Penafiel por 1-0 em Viseu) o Moreirense entrou em jogo nervoso, evidenciando dificuldades em "furar" entre a muralha defensiva do Desportivo das Aves.

Face ao encontro anterior, o treinador Vítor Oliveira apostou nas entradas de Marafona, Filipe Melo e Pires. Tito foi a única alteração de maior monta operada pelo técnico do Aves, Fernando Valente. Não estava a ser fácil para os vimaranenses acertarem com o caminho da baliza visitante. Os avenses mostravam-se mais pragmáticos e organizados.

As dificuldades dos locais aumentaram ao minuto 36 com a expulsão de Ricardo Nascimento, que rasteirou Jaime Poulsen quando este seguia isolado em direção à baliza dos minhotos. Antes do intervalo, mas já na compensação, o golo dos visitantes acabou mesmo por surgir por intermédio de Vasco Rocha, que desviou com sucesso ao primeiro poste, após passe de Jorge Ribeiro.

Na segunda parte, o Moreirense entrou disposto a dar a volta ao resultado e Pires teve mesmo uma flagrante oportunidade com um cabeceamento que Quim já defendeu em esforço (58 minutos).

Mas as aspirações dos vimaranenses acabaram mesmo por cair por terra em apenas três minutos. Primeiro foi Filipe Melo a ser expulso na sequência de um lance confuso que envolveu Pedro Pereira, que acabou no chão, mas ficaram dúvidas sobre se existiu falta dura ou agressão (71).

Depois, o segundo golo do Aves, com assinatura de Andrew, ao minuto 73, naquela que foi a primeira e única oportunidade dos visitantes no segundo tempo. Uma diferença de dois golos e uma desvantagem de duas unidades em campo fizeram com que fosse quase impossível ao clube da casa reverter a situação a seu favor.

Jogo no Campo de Jogos Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

 Ao intervalo: 0-1.

Marcadores: 0-1, Vasco Rocha, 45+1 minutos. 0-2, Andrew, 73 minutos.

Moreirense: Marafona, André Simões, Stephane Madeira, Ricardo Nascimento, Florent, Filipe Melo, Tarcísio, Diogo Cunha (Idris, 37), André Carvalhas (Tiago Borges, 61), Wagner (Márcio Madeira, 79) e Pires.
(Suplentes: Ferreira, Tiago Borges, Márcio Madeira, Mendy, Elízio, Idris e Miguelito).
Treinador: Vítor Oliveira.

Desportivo das Aves: Quim, Leandro, João Paulo, Rafael, Jorge Ribeiro, Vasco Rocha, Grosso, Tito (Luís Manuel, 77), Pedro Pereira, Fábio Martins (Renato Reis, 80) e Jaime Poulsen (Andrew, 70).
(Suplentes: Ricardo Moura, Rúben, Andrew, Renato Reis, Romaric, Jorginho e Luís Manuel).
Treinador: Fernando Valente. Árbitro: Hélder Malheiro (Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Paulo (29), Grosso (45), Florent (48), Tito (64), Tiago Borges (70), Wagner (71) e Stephane Madeira (90+1). Cartão Vermelho direto para Ricardo Nascimento (33) e Filipe Melo (71).

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

M