Farense quer ver premiada meritocracia

No caso se não ser possível disputar o que resta dos campeonatos profissionais

• Foto: José Gageiro / Movephoto

 O Farense manifestou este domingo a sua solidariedade à Federação Portuguesa de Futebol, Liga e associações, entidades "envoltas num período de decisões difíceis", mostrando os algarvios a sua concordância com o fim prematuro dos campeonatos nacionais e regionais dos escalões jovens.  

Contudo, assinala o Farense em comunicado, "é preciso equidade, sentido de justiça e responsabilidade, tanto nas decisões tomadas ao nível das camadas jovens como no futebol sénior e profissional".

O clube de Faro "reitera o seu apoio à conclusão das competições jovens neste momento de emergência", embora aguarde por uma decisão da AF Algarve quanto a subidas e descidas nos escalões jovens distritais, mas considera "imperioso que sejam feitos todos os esforços para que nas competições de seniores se disputem todas as jornadas em falta".

Se, devido à pandemia do coronavírus, não for possível disputar as rondas que restam, "o Farense apoia uma solução baseada na meritocracia, visto terem sido concluídas mais de 70 por cento das jornadas", com o Farense a adiantar ainda "outras possíveis formas de aferir quem é promovido, seja por pontos, número de vezes em posição de promoção ao longo das 24 jornadas já jogadas e ainda pontos a meio do campeonato".

O comunicado termina com "uma palavra a todos os sócios e adeptos, assegurando-lhes que tudo iremos fazer para defender até ao limite os legítimos interesses do Farense".

Por Armando Alves
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Farense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0