Paulo Lopo: «Salvador? Sou sério, não tenho empresas de penhora à porta de casa»

Presidente da SAD do Leixões aponta que o Sp. Braga "não merecia um presidente tão pequenino"

Paulo Lopo reagiu duramente às acusações que lhe foram tecidas por António Salvador no âmbito da contratação abortada de Bernardo Martins e Pedro Henrique. Como o nosso jornal relatou de forma pormenorizada, o Sp. Braga tentou garantir essas duas figuras do Leixões, mas a intervenção do Benfica colocou os jogadores na rota da Luz. O líder da SAD matosinhense não gostou de ser apelidado de "Lopo em pele de cordeiro" e faz a defesa da honra.

"O presidente do Leixões é uma pessoa séria, que nunca teve empresas de penhora à porta de casa. Respeito muito o Sp. Braga, que é um clube que tem crescido bastante, mas, infelizmente, tem um presidente pequenino. Está na hora de ter um presidente que pense à altura do clube. Eu faço o melhor para o Leixões e para os meus jogadores. Essa é a minha função. O senhor Salvador só tem que aceitar. Não tem o direito de falar de mim nem de dizer o que quer que seja a meu respeito. E tão pouco tem o direito de, só porque está na 1ª Liga, de tratar quem está abaixo como menor", disse a Record o presidente da SAD do Leixões, antes de subir o tom nas críticas ao homólogo bracarense.

"O Salvador bem pode agradecer ao Sp. Braga, porque sem o Sp. Braga não era nada. Que cresça como dirigente desportivo e aprenda a ter respeito. Eu ao contrário do senhor Salvador, tenho caráter e dignididade. O que ele disse, fica-lhe na consciência. A minha está tranquila", acrescentou.

Questionado ainda sobre as palavras exaltadas que o líder arsenalista proferiu ao telefone, em alta voz, aquando da reunião entre os representantes do Leixões e Luís Filipe Vieira, realizada a fim de concluir a transferência de Ofori, Bernardo e Pedro Henrique para o emblema da Luz, Paulo Lopo referiu que a conversa foi muito além do termo "vigarista".

"Não só disse que era um vigarista, disse muito mais. Mas eu e o Luís Filipe Vieira temos um passado que fala por nós. Nunca tive empresas de penhora à porta de casa. O Salvador que desça à Terra", concluiu.

Recorde-se que Pedro Henrique e Bernardo, do Leixões, vão assinar contrato na sexta-feira pelo Benfica, num negócio de 1,6 milhões de euros. O acordo ficou fechado depois de uma reunião que decorreu esta quinta-feira em Lisboa e da qual ficou de fora o médio Lawrence Ofori, também do emblema da 2.ª Liga. Segundo Paulo Lopo, o Leixões fica com 25% do passe do extremo Bernardo e 5% do passe do avançado Pedro Henrique.

Por Pedro Morais
55
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Leixões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.