Os dois negócios que colocaram Real e Sp. Espinho no top'10 das comissões

Clubes do Campeonato de Portugal na lista divulgada pela FPF

Carlos Vinícius, atualmente no Monaco
Carlos Vinícius, atualmente no Monaco • Foto: Getty Images

Na lista de negócios e comissões registados na Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de abril de 2018 a 31 de março deste ano – entradas, saídas e renovações – salta também à vista o facto de o Real Sport Clube, clube que milita no Campeonato de Portugal, ser o quinto emblema que mais gastou em intermediação no período em análise, apenas atrás de Benfica, FC Porto, Sporting e V. Guimarães e à frente de Sp. Braga.

O Real gastou 1,25 milhões de euros devido essencialmente à transferência de Carlos Vinícius para o Nápoles, por 3,3 milhões de euros. Refira-se que todo este processo foi mediado por Jorge Mendes, que de acordo com o 'Calciomercato’ ainda recebeu mais 1,1 M€ da formação napolitana, perfazendo um total de 2,354 M€ apenas em comissões. 

No top'10 dos clubes mais gastadores em Portugal em comissões surge, mais uma vez, o nome de uma equipa que milita no Campeonato de Portugal: devido à transferência de João Nobrega, de 17 anos, para a Sampdoria, o Sp. Espinho pagou nada mais nada menos do que 130 mil euros em comissões à empresa Positionumber de Miguel Pinho.

Quem gastou mais em comissões: Benfica no topo e Real Sport Clube surpreende
Leixões: 2500 euros (em comissões contratualizadas)
Académica: 10 mil euros
Boavista: 13 mil euros
Santa Clara: 35.122 euros
Aves: 54 mil euros
V. Setúbal: 55.900 euros
Marítimo: 65 mil euros
Belenenses: 66.250 euros
P. Ferreira: 77.500 euros
Tondela: 85.600 euros
Chaves: 128.560 euros
Sp. Espinho: 130 mil euros
Estoril: 176.315 euros
Nacional: 307 mil euros
Rio Ave: 764.050 euros
Sp. Braga: 1.148.100 euros
Real Sport Clube: 1.254.000 euros
V. Guimarães: 3.107.400 euros
Sporting: 10.178.194 euros
FC Porto: 16.120.560 euros
Benfica: 17.883.893 euros
Leixões: 2500 euros (em comissões contratualizadas)
Académica: 10 mil euros
Boavista: 13 mil euros
Santa Clara: 35.122 euros
Aves: 54 mil euros
V. Setúbal: 55.900 euros
Marítimo: 65 mil euros
Belenenses: 66.250 euros
P. Ferreira: 77.500 euros
Tondela: 85.600 euros
Chaves: 128.560 euros
Sp. Espinho: 130 mil euros
Estoril: 176.315 euros
Nacional: 307 mil euros
Rio Ave: 764.050 euros
Sp. Braga: 1.148.100 euros
Real Sport Clube: 1.254.000 euros
V. Guimarães: 3.107.400 euros
Sporting: 10.178.194 euros
FC Porto: 16.120.560 euros
Benfica: 17.883.893 euros
Leixões: 2500 euros (em comissões contratualizadas)
Académica: 10 mil euros
Boavista: 13 mil euros
Santa Clara: 35.122 euros
Aves: 54 mil euros
V. Setúbal: 55.900 euros
Marítimo: 65 mil euros
Belenenses: 66.250 euros
P. Ferreira: 77.500 euros
Tondela: 85.600 euros
Chaves: 128.560 euros
Sp. Espinho: 130 mil euros
Estoril: 176.315 euros
Nacional: 307 mil euros
Rio Ave: 764.050 euros
Sp. Braga: 1.148.100 euros
Real Sport Clube: 1.254.000 euros
V. Guimarães: 3.107.400 euros
Sporting: 10.178.194 euros
FC Porto: 16.120.560 euros
Benfica: 17.883.893 euros

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Campeonato de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.