Rúben Nunes: «Um passo atrás para depois dar dois em frente»

Central deixou o Cova da Piedade e assinou contrato com o Pinhalnovense

• Foto:  Pedro Simões
Após uma ligação de cinco anos, marcada pelo fantástico trajeto desde os distritais de Setúbal até à Segunda Liga, Rúben Nunes deixou o Cova da Piedade e assinou contrato com o Pinhalnovense. Capitão de equipa e uma das figuras do ano de sonho, que culminou com a subida aos campeonatos profissionais, o jovem foi um dos poucos a manter-se no emblema de Almada na nova época, mas a escassa utilização – apenas realizou dois jogos e apontou um golo (frente ao Arouca, para a Taça de Portugal) – acabou por determinar a rescisão contratual.

"Às vezes é importante dar um passo atrás para depois dar dois em frente. Guardo os anos fantásticos que passei e o facto de ter sido no Cova Piedade que realizei o meu sonho, de ser profissional de futebol. Naturalmente custa sempre digerir quando lutamos tantos anos para atingir um objetivo e quando o conseguimos não corre como esperamos. Sonhava continuar a fazer história e ajudar o clube, mas assim não aconteceu. Tenho muito orgulho de ter vestido aquela camisola", garantiu o defesa, de 24 anos, em entrevista exclusiva a Record, rejeitando algum tipo de mágoa na hora do adeus. Para os adeptos, gratidão é a palavra que melhor define o sentimento do jogador. "Quero agradecer o apoio que me deram desde que cheguei ao clube, assim como a forma como me acarinharam. Desde jogadores da formação, passando pelos pais e todos os sócios e simpatizantes. É gratificante saber que as pessoas valorizam o nosso trabalho. Portanto, o meu muito obrigado por tudo! Continuarei sempre a ser um deles", frisou.

Encerrada a etapa no Cova da Piedade, Rúben Nunes é um homem feliz com o novo projeto no Pinhalnovense, atual 5.º classificado da série H do Campeonato de Portugal Prio (CPP). "Fui muito bem recebido! Senti-me muito desejado pela equipa técnica e pela direção do clube e isso pesou bastante na minha decisão. Estou motivado e quero voltar a sentir-me útil e ajudar o Pinhalnovense a atingir os seus objetivos", assegurou, deixando "uma palavra de agradecimento ao empresário e amigo António Carlos Rodrigues (ACR'SOCCER)."

Objetivos bem definidos

Falhada a classificação para os dois primeiros lugares da série H, que posteriormente possibilitaria a discussão do campeão, nesta segunda fase a formação do Pinhal Novo vai disputar a manutenção no CPP. "Esse é o nosso grande objetivo, mas queremos alcançá-lo vencendo a nossa série", frisou Rúben Nunes, deixando abertas as portas do sonho. "Quero regressar aos campeonatos profissionais! Vou continuar a trabalhar e lutar pelo meu sonho e esperar por nova oportunidade. Ninguém me vai dar nada! Portanto, tenho que ser eu a trabalhar e a mostrar que tenho qualidade para voltar. Contudo, o importante é conseguir atingir os objetivos do Pinhalnovense, porque será sempre mais fácil haver sucesso individual quando se consegue atingir o sucesso coletivo", finalizou.
Por Fábio Aguiar
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Campeonato de Portugal

União da Madeira: À beira do fim

Emblema insular vive momento dramático e está a dias da dissolução, com os jogadores a assumirem terem passado por situações complicadas nos últimos meses

Notícias

Notícias Mais Vistas