Record

Vilafranquense-Guadalupe, 2-1: Marocas evita o 'escândalo'

Avançado decide jogo aos 89 minutos diante do último classificado

• Foto: Vilafranquense
Não há impensáveis no futebol e o jogo do Cevadeiro provou-o. Os três pontos pareciam ter o destino traçado quando o guardião do Guadalupe vê a bola embater na trave com um minuto jogado e também face ao caudal ofensivo que o líder da Série D demonstra.

Contudo, e apesar do 1-0 no marcador fruto de um penálti convertido pelo capitão David Moura aos 26’, o Vilafranquense passa a jogar a um ritmo mais baixo. Pedro Correia teve tudo para marcar ainda aos 39’ só que Nuno Ribeiro nega o 2-0 que redunda em 1-1 na única ocasião dos açorianos no jogo .Léo Vaz bate um livre a 30 metros, aos 57 minutos, que tinha como destino a baliza. O remate central sofre um desvio e acaba na baliza de Carlos. A partir de então, a equipa de Vasco Matos ‘carregou’ até final, ainda que com várias decisões erradas sobretudo a nível do passe, que deixavam técnicos e adeptos à beira de um ataque de nervos.

Aos 60 minutos, Marocas desperdiça na pequena área e sem marcação para desespero vilafranquense. Ibrahima vê o vermelho direto aos 67’ por entrada com o pé demasiado alto sobre Pedro Correia e remete o Guadalupe ao seu meio-campo até final. Na estreia, Rui Varela dispõe de boas ocasiões para faturar, aos 75 e 80 minutos, mas também não era o seu dia.

O golo do triunfo sobre o último classificado surge a um minuto do fim, com Marocas a ser certeiro desta feita após uma carambola que acontece no seguimento do remate de Tiago Cerveira. Precipita-se a festa e o 1.º lugar é dos ribatejanos mais uma semana. 

O Vilafranquense soma agora 38 pontos na Série D do Campeonato, mais do que o segundo classificado Mafra que este domingo recebeu e venceu o Elétrico por 3-1. O Guadalupe é 16.º e último, com apenas 9 pontos.
Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Campeonato de Portugal

José Vala: O herói da Mata encantada

Em 2017/18, o Caldas fez história ao apurar-se para a meia-final da Taça de Portugal. José Vala foi o líder responsável pela inédita proeza. Foi aclamado "herói". Não só pelo clube, mas também pela cidade que o viu crescer
Notícias

Notícias Mais Vistas