António Costa: «Se fosse hoje, o país não teria feito tantos estádios para o Euro'2004»

Primeiro-ministro diz que Mundial'2030 é "projeto interessante" mas frisa lição do passado recente

• Foto: André Guerreiro

António Costa acredita que a eventual organização do Campeonato do Mundo de 2030, em conjunto com a Espanha, teria um impacto positivo no país, nomeadamente ao nível do turismo. Em entrevista ao Canal 11, o primeiro-ministro falou de "um projeto interessante".

"Está a ser desenvolvido um estudo entre as duas federações, com o carinho dos dois governos para a candidatura à prova. A iniciativa até veio por parte da Espanha. É um projeto interessante, sabemos bem isso através de 2004", frisou o líder do governo.

No entanto, António Costa deixou claro que é preciso ter atenção às infraestruturas e ao seu futuro e deixou escapar que o que aconteceu no Euro'2004 deve servir de lição: "Todos aprendemos com o Euro’2004. Os estádios não podem ser pensados apenas para um evento, mas sim também a pensar num pós-evento. Se fosse hoje, o país não teria feito tantos estádios. O estudo que está a ser feito engloba também a temática dos estádios, as exigências de segurança, os custos… Esta pode ser uma excelente oportunidade para remodelar alguns estádios que precisem. Ainda é cedo para dizermos quantos estádios portugueses farão parte desta candidatura. Estamos numa fase muito precoce".

Por Luís Miroto Simões
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.