João Paulo Rebelo comenta confrontos entre adeptos na Luz

Secretário de Estado da Juventude e do Desporto aborda lei relativa à Violência em Espetáculos Desportivos

• Foto: Cofina Media

O Secretário da Juventude e do Desporto lamentou os confrontos entre adeptos do Benfica e a PSP no final do clássico do passado domingo com o FC Porto. João Paulo Rebelo pediu a todos os intervenientes desportivos para estarem disponíveis para resolver este problema.

"Lamento sempre as situações de violência em contexto desportivo. A violência nada tem que ver com o desporto e temos de estar todos, absolutamente todos, empenhados em irradiar os fenómenos de violência", apelou, realçando que o Governo apresentou recentemente "algumas medidas específicas para alterar da Lei da violência no desporto".

"Todos os agentes são relevantes e evidentemente que as claques ou grupos organizados de adeptos têm um papel negativo e também positivo no espetáculo desportivo", atirou, à margem da Conferência de Copenhaga, onde se debateu a combinação de resultados, explicando que a Lei 39/2009, relativa à Violência em Espetáculos Desportivos, "é uma lei que não funciona no que diz respeito aos grupos organizados de adeptos ".

"Nas Ligas profissionais temos mais de 30 clubes e há menos de metade com grupos organizados de adeptos", concretizou, realçando que "o problema não está na obrigatoriedade [de registo], mas sim no facto de a lei não ser facilmente operacionalizável".

"Queremos garantir que, onde há grupos organizados de adeptos, há identificação desses adeptos para que possa haver um maior controlo da parte dos agentes de segurança a quem compete garantir a segurança também nos recintos desportivos".

Por Paulo Jorge Rocha
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.