SAD benfiquista terá pago 250 mil euros a Catió Baldé

Para assegurar direito de preferência pelos jovens que atuam na academia do empresário

• Foto: Luís Manuel Neves

O Benfica terá pago 250 mil euros à Academia Demba Sanó, da Guiné-Bissau, gerida pelo empresário Catió Baldé, para assegurar o direito de preferência pelos jovens que ali jogam. O contrato entre as entidades, revelado na internet, surgiu como compensação pela formação de Úmaro Embaló, júnior do Benfica.

No contrato – alegadamente assinado por Luís Filipe Vieira, Domingos Soares Oliveira e Catió Baldé –, que terminou em junho mas que se renovou automaticamente por mais um ano, pode ler-se que "a academia obriga-se a não negociar com terceiros qualquer atleta" sem conhecimento das águias.

Por Pedro Ponte
38
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.